Publicidade
Manaus
Manaus

Polícia prende três mulheres com cocaína e mil reais na Zona Sul de Manaus

De acordo com informações da polícia, a ação se deu graças a uma denúncia anônima de moradores. A prisão do trio de mulheres ocorreu em uma residência, localizada na rua Independência, bairro da Raiz, Zona Sul de Manaus 18/08/2012 às 20:08
Show 1
Polícia prendeu as mulheres envolvidas com o tráfico de drogas
acritica.com Manaus (AM)

Policiais da Força Tarefa desarticularam um laboratório de drogas comandado por três mulheres, que foram presas em flagrante, na manhã deste sábado (18). Entre as três suspeitas de tráfico, uma está grávida de 8 meses.

De acordo com informações da polícia, a ação se deu graças a uma denúncia anônima de moradores. A prisão do trio ocorreu em uma residência, localizada na rua Independência, bairro da Raiz, Zona Sul de Manaus. Foram presas Érika da Silva Bezerra, 20; Diana de Souza Dutra,19; e Franciane da Silva Cordeiro, 20, a vulgo “Madonna”. Segundo as informações da equipe policial, Madonna é companheira do traficante conhecido como chicão do Rip-Rap que foi preso por tráfico de drogas em 2010 e está na Unidade Prisional de Puraquequara (UPP), Zona Leste.

Na casa, os policiais encontraram um revolver calibre 38 com 5 munições intactas, R$ 1.010,00 em espécie, 278 trouxas de pó de cocaína, 2.200 cabeças de pasta de cocaína, 3 aparelhos celulares, uma balança de precisão e uma porção de maconha, além de ter sido apreendido uma agenda contendo centenas de números telefônicos, uma espécie de disk entrega, revelou a polícia.

A quantia encontrada em espécie, segundo a polícia, pode ser fruto da venda de droga. As suspeitas foram encaminhadas para o 3º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Lá elas foram autuadas em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e porte ilegal de arma de fogo. As presas serão encaminhadas à cadeia pública Raimundo Vidal Pessoa, no Centro.

Ainda segundo a polícia, as mulheres detidas mantinham um vasto comércio de venda de entorpecentes, veículos roubados e até agenciamento de menores para o tráfico e prostituição.