Publicidade
Manaus
Manaus

Polícia realiza reintegração de posse na Zona Norte de Manaus

A área foi invadida há pelo menos três meses e cerca de 300 famílias moravam na comunidade 25/02/2013 às 11:28
Show 1
Moradores ficaram nervosos ao tentar entrar na comunidade para retirar os bens pessoais, mas a polícia conseguiu conter os ânimos
Bruna Souza Manaus, AM

A Polícia Militar realizou na manhã desta segunda-feira (25), uma reintegração de posse em um terreno localizado na Comunidade Nobre, próximo ao Conjunto Viver Melhor, no bairro Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus. A área foi invadida há cerca de três meses e 300 famílias moravam na comunidade.

A ação é coordenada pelo tenente-coronel Aroldo Ribeiro do Comando de Policiamento Especializado (CPE). De acordo com ele, 305 policiais militares participaram da ação, entre eles, a Cavalaria. A polícia fez uma barreira na entrada da avenida José Cruz, que dá acesso aos conjuntos habitacionais do governo do Amazonas e à comunidade que fica no final da avenida. Apesar  dos moradores terem saído de forma  pacífica, eles reclamam da ação policial e de terem sidos retirados da área, justificando que não tem para onde irem.

A área pertence a Antônio Aluízio Oliveira, invadida há mais de três meses, encontram-se além dos policiais, agentes de trânsito, Corpo de Bombeiros e equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). O advogado do proprietário e o oficial de jsutiça acompanharam a retirada dos moradores.


A reintegração de posse do terreno foi concedida pelo juiz Rosselberto Himenede da 7ª Vara Civil. Os moradores passaram a morar no local desde o dia 28 de outubro de 2012.

O diretor do departamento de proteção social e especial da Secretaria de Estado de Assistência Social (SEAS), Ítalo Nonato, informou que as equipes do órgão estão empenhadas nas orientações aos moradores para que sejam acolhidos na casa de familiares.

“A secretaria está trabalhando na orientação dos moradores, pois a maioria tem casa de familiares onde podem ser acolhidos. Não queremos gerar uma expectativa específica, o objetivo é retirar com segurança as famílias e indicar qual a forma que elas devem proceder para reivindicar os direitos de habitação”, relatou.

Ítalo disse ainda que todos os procedimentos para realização da reintegração de posse foram estruturados em uma reunião no Gabinete de Gestão Interada na última quinta-feira (21) na Secretaria de Segurança Pública (SSP).

O proprietário do terreno ofereceu o transporte e os carregadores para realizarem a mudança dos moradores. Alguns moradores foram identificados pela equipe da SEAS como beneficiários de outros programas sociais do governo do Amazonas e atendidos com casas habitacionais. Ele garantiu que uma fiscalização será realizada para verificar quais as circunstâncias das famílias que já foram atendidas por programas sociais ainda morarem em invasões.

Prisões

Um homem e o adolescente de 17 anos foram presos por desacato aos policiais militares da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam), que dá apoio a ação. O morador foi encaminhado ao 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e o menor á Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (DEAAI).

Veja galeria de fotos