Publicidade
Manaus
Manaus

Polícia registra a morte de três mulheres vítimas de tiros e espancamento em Manaus

As vítimas têm entre 21 e 37 anos e foram mortas a tiros e pauladas, uma em cada zona da cidade 02/04/2012 às 13:38
Show 1
Todos os casos estão sendo investigados pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS)
Evelyn Souza e Thiago Monteiro Manaus

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga a morte de três mulheres, que aconteceram nas Zonas Sul, Norte e Leste de Manaus. Em um dos casos o suspeito já foi preso.

Garçonete Gilmara Miranda Ribeiro, 21, morreu após levar vários tiros na noite deste domingo (1º), na Rua Gaudêncio Ramos, bairro São Francisco, Zona Sul de Manaus. A vítima chegou a ser encaminhada para o Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, mas não resistiu aos ferimentos.


De acordo com familiares, Gilmara e um amigo, até o momento não identificado, estavam voltando de um lanche, quando dois homens armados que estavam em uma moto, de características não identificadas, dispararam vários tiros contra a garçonete. Os suspeitos fugiram do local após o crime.

Desaparecida há três dias
A auxiliar de serviços gerais, Maria Marques Reis, 37, foi encontrada morta na noite desse domingo (1º) dentro de sua própria residência na Rua Adalton Fernandes, no Amazonino Mendes, Zona Norte de Manaus.

De acordo com policiais civis da DEHS, a suspeita é de que o crime tenha ocorrido no último dia 31 de março. O suspeito de cometer o crime é o companheiro da vítima, identificado como Edvaldino Xavier da Silva, 40, e que está foragido.

Maria foi encontrada morta dentro de casa por vizinhos e a irmã da vítima, que disse que estava desaparecida.

Vítima de espancamento
A industriária Eliane Venâncio Batista, 27, morreu também na noite deste domingo no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, depois de ser agredida a pauladas por um suposto amigo, na última sexta-feira (30) na Rua João Tomé, no Mauazinho, Zona Leste de Manaus. O suspeito já foi preso e encaminhado para a cadeia pública.


De acordo com amigos da vítima, ela estava acompanhada de um irmão e de José Robson Muniz dos Santos, 24, que seria amigo dela desde a infância. Eles estavam todos bebendo, quando em um determinado momento ela estava saindo e José Robson que estava sob efeito de drogas, começou a agredir Eliane com pauladas.

Ela chegou a ser encaminhada para o Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, mas nesse domingo não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Os três casos estão sendo investigados pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).