Publicidade
Manaus
facebook, twitter, mídias sociais, fardamento

Policiais do AM são proibidos de postar fotos fardados no Facebook

A decisão tem gerado polêmica junto aos PMs que contestam os motivos da proibição. Segundo a assessoria da polícia, a medida foi pensada para regularizar o uso de imagens relacionadas à PM 16/07/2012 às 07:06
Show 1
A Polícia Militar do Amazonas tem um perfil oficial no Facebook
acritica.com Manaus

Os Policiais Militares do Estado do Amazonas estão expressamente proibidos de postarem fotos com símbolos, equipamentos, armamentos e fardamentos institucionais em publicações nas redes sociais. A determinação foi apresentada para a corporação por meio do Boletim Geral (BG) da Polícia Militar, ao qual o Portal acritica.com teve acesso.

A decisão desagradou alguns policiais, que questionam os motivos da proibição. A reportagem do Portal acritica.com recebeu desde a última sexta-feira (13) – dia em que o BG foi divulgado –, uma serie de reclamações enviadas por policiais irritados com a novidade.“Estamos proibidos de postar fotos fardados ou de postar assuntos referentes à Polícia Militar, senão seremos punidos”, revelou um dos PMs, que preferiu não revelar sua identidade.

Exposição em mídia impressa
O folheto ao qual o militar se referia é um folder contendo a foto dos policiais militares que atuam no programa capitaneado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado, conhecido como Ronda no Bairro.

Na época em que as fotos foram divulgadas para as comunidades da Zona Norte de Manaus, a primeira a ser contemplada pelo projeto, o Portal acritica.com também recebeu uma serie de reclamações de policiais que temiam ser identificados e ‘caçados’ por ‘marginais’.

“O que nos deixa indignados é que pra colocar nossas fotos nos folhetos do Ronda no Bairro eles (o comando) não vêem problemas”, reclamou outro militar, que também preferiu não se identificar.

O uso das imagens foi justificado na ocasião pelo coordenador do Ronda no Bairro, Amadeu Soares, como “mais uma forma de aproximar o cidadão do policial que está atuando na sua rua”.

Perfil oficial
De acordo com o Tenente Coronel Euler Cordeiro, responsável pela assessoria de comunicação da instituição, a medida foi pensada para regularizar o uso de imagens relacionadas à Polícia Militar.

Conforme explicou o Tenente Coronel, a Polícia do Amazonas possui apenas um perfil oficial no site de relacionamentos Facebook, mas, ao menos quatro perfis aparecem como sendo da corporação.

“Existe um uso abusivo do símbolo da PM, e muitos são utilizados de forma incorreta. A proposta visa ordenar essa situação”, enfatizou.

A determinação publicada no BG do último dia 13 não foi entendida dessa forma, pelos PMs. “A questão não é apenas de se ter um perfil oficial da corporação. Eles querem proibir de nós nos mostrarmos em algo que é comum e faz parte da vida de qualquer pessoa. Hoje todos se comunicam pelas redes sociais. Não vemos problemas nisso. As determinações do BG acabam ferindo nossa liberdade. Elas precisam ser repensadas”, acredita um dos policiais.

Penalidades
Conforme consta no Boletim Geral, o policial militar que descumprir as ordens sofrerá punições disciplinares, que vão de advertência, detenção até a prisão.