Publicidade
Manaus
Manaus

Policiais federais fazem protesto em frente à sede do MPF do Amazonas

Eles reivindicam a reestruturação da carreira policial, com reconhecimento das contribuições ao órgão 13/09/2012 às 18:18
Show 1
Policiais federais protestam em frente ao MPF no Amazonas
Ana Carolina Barbosa Manaus

Cerca de 50 policiais federais, entre escrivães, agentes e papiloscopistas, realizaram, na tarde desta quinta-feira (13/09), uma manifestação de alerta em frente à sede do Ministério Público Federal (MPF), localizado na avenida André Araújo, Aleixo, Zona Centro-Sul, para demonstrar a insatisfação do grupo com o governo federal, que até o momento não se manifestou favorável à reestruturação da Polícia Federal (PF). O ato, embora isolado, mostrou que a categoria não está acomodada perante a greve que se estabeleceu no país e, consequentemente, no Amazonas, há 37 dias.

Além de reivindicar a reestruturação da carreira policial, com reconhecimento das contribuições ao órgão, a categoria também pede o estabelecimento de critérios meritocráticos para o acesso a chefias e coordenações, os quais deverão envolver a análise curricular e técnica; a criação de um modelo de auditoria por parte do governo, de forma a verificar os resultados dos inquéritos e a consideração da produtividade.

Protesto

No protesto de hoje, os membros estavam munidos de figuras de elefantes brancos simbolizando o inquérito policial, procedimento considerado defasado pelos manifestantes e que, na prática, reúne provas fruto do trabalho investigativo da PF, as quais são remetidas ao MPF para a eventual instauração de processos.

Na ocasião, os elefantes brancos foram entregues a um servidor do MPF, informou a assessoria do órgão. O protesto durou cerca de uma hora, e aconteceu de forma isolada.


De acordo com o presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Estado do Amazonas (Sinpef-AM), Nelson Oliveira da Silva, além de objetivar mostrar ao MPF a insatisfação com o governo federal, que ainda não contemplou a categoria, o grupo também se mobilizou para pedir apoio do órgão no Amazonas. “Queremos uma tabela de nível superior (para melhoria salarial). Isso tem que ser revisto pelo governo federal imediatamente”, assegurou.

De acordo com Nelson Oliveira, a superintendência local da PF, representada pelo delegado Sérgio Fontes, bem como os demais delegados atuantes no Estado, não vem ajudando no processo reivindicatório.