Publicidade
Manaus
Manaus

Policiais Militares são presos por extorsão, em Manaus

Os policiais militares agiram contra os familiares de um ex-detento, cometendo até sequestro como forma de obter o dinheiro exigido. Entre os que se encontravam na mira das armas dos PM´s estava a mãe da vítima, uma senhora de 64 anos 18/04/2012 às 09:52
Show 1
Adriana Oliveira, de capacete, sendo acompanhada por policiais da Corregedoria e da Civil
Marlen Lima Manaus

Uma ação comandada pela Corregedoria Geral da Polícia Militar do Amazonas prendeu, na noite desta terça-feira (17), três policiais da corporação, que estavam fardados e armados, que foram flagranteados em pleno ato de extorsão à família de um ex-detento (que por segurança não teve seu nome revelado).

O flagrante contra os PM´s extorquistas aconteceu quando Adriana Oliveira, irmã do ex-detento que foi alvo da extorsão, foi entregar o dinheiro exigido pelos policiais, em frente da Maternidade Moura Tapajós, no bairro Compensa, na zona Oeste de Manaus (AM).

Os policiais invadiram a casa da vítima, por volta das 16hras, mas o ex-detento não estava. Segundo seus familiares, na hora em que a residência foi invadida estava a mãe do ex-detento, Sena Oliveira, 64; o irmão dele, Cleomar Oliveira, 35, que é deficiente físico; a irmã, Adriana Oliveira, 25; a cunhada, Jussara da Silva, 24 e o irmão, Raimundo Oliveira, 38.

A casa toda foi revirada pelos policiais para uma platéia estarrecida, que temiam pelo pior devido à intensidade com que eram ameaçados pelos PM´s. Segundo as vítimas, havia policiais fardados e outros que se diziam ser da Polícia Civil, lotados na "Secretaria", e vestiam roupas de civis afirmando estar à procura de drogas e dinheiro. Não encontrando, eles ameaçaram matar a mãe do ex-detento, e deram prazo para que 15 mil reais fossem arrumados. "Eram bem uns seis ou sete policiais que invadiram a nossa casa", conta Cleomar.

Do valor exigido, Adriana conseguiu apenas quatro mil reais. Porém, a quadrilha de PM´s extorquista não esperava que a Adriana fizesse contato com a Corregedoria da PM, que agiu rapidamente, e armou o flagrante.

Na hora da entrega do dinheiro, três policiais fardados receberam voz de prisão dos agentes da Força Tática e da Rocan. Os PM´s foram pegos dentro de um carro Corsa Sedan, cor preta, placas JWY 3899. Eles estão detidos no 5º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

O delegado platonista, Luiz Carrasco, informou ao Portal acritica.com que não poderia ainda se manifestar, devido a gravidade do acontecido, envolvendo "colegas", e que tudo estava sendo apurado, apenas cconfirmando que estavam detidos no 5º DIP três policiais militares. Mas, pelos depoimentos das vítimas trata-se de uma quadrilha de PM´s.