Publicidade
Manaus
Manaus

Pontos de ônibus no terminal do Centro de Manaus recebem novas coberturas

Todos os abrigos do Terminal receberam cobertura com telhas ecológicas, feitas de garrafas Pet recicladas. Para cobrir um abrigo de seis metros por dois e meio, por exemplo, é necessário em média 96 telhas 21/08/2012 às 11:51
Show 1
Todos os abrigos do Terminal receberam cobertura com telhas ecológicas, feitas de garrafas Pet recicladas. Para cobrir um abrigo de seis metros por dois e meio, por exemplo, é necessário em média 96 telhas
acritica.com Manaus

A Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) conclui até a próxima sexta-feira (24) a primeira etapa da colocação dos abrigos no Terminal Central da Matriz. Nesta terça-feira (21) todos os abrigos já tinham sido instalados.

Segundo o chefe da divisão de manutenção e obras da SMTU, Walter Rego, ainda falta alguns ajustes e pintura, mas a novidade é que os novos abrigos vão proporcionar uma maior ventilação. “Os abrigos foram fixados mais afastados e estão mais altos para que o ar circule melhor entres os abrigos e diminua a sensação de calor”, declara.

Todos os abrigos do Terminal receberam cobertura com telhas ecológicas, feitas de garrafas Pet recicladas. Para cobrir um abrigo de seis metros por dois e meio, por exemplo, é necessário em média 96 telhas. O que significa tirar das ruas 2 mil garrafas Pet.

Economia
Além de ajudar na preservação da natureza, as Telhas de PET não ressecam e nem trincam, pois possuem uma resina resistente às variações térmicas, o que representa maior durabilidade e menor necessidade de troca. São adaptadas em qualquer dimensão ou tipo de estrutura. Pesam menos de 6 quilos por metro quadrado.

A fixação da telha é feita através de abraçadeiras de nylon especiais que prendem a telha na estrutura, portanto não se deslocam mesmo com ventos fortes. Impedem a ação de limo, fungos e são resistentes a fortes chuvas. No final, menos de 1/3 do material que seria necessário para sustentar telhas de barro é usado. Além da rapidez na execução da mão-de-obra.