Publicidade
Manaus
Manaus

Porto Chibatão simulará derramamento de produtos químicos no rio Negro

Na simulação que acontecerá na manhã desta segunda-feira (18), haverá participação de técnicos ambientais e especialistas, mais brigadas internas de incêndio e de atendimento do grupo. Para a simulação, pipocas serão utilizadas para delimitar a área supostamente atingida no exercício 17/06/2012 às 11:15
Show 1
Principal complexo portuário privado da Região Norte
acritica.com Manaus

Uma simulação de emergência para casos de derramamento de produtos químicos nas águas do rio Negro abre a 2ª Semana de Meio Ambiente do Grupo Chibatão, nesta segunda-feira (18), às 8h, no terminal portuário privado.

Na ocasião, haverá participação de técnicos ambientais e especialistas, mais brigadas internas de incêndio e de atendimento do grupo. Para a simulação, pipocas serão utilizadas para delimitar a área supostamente atingida no exercício. Haverá ainda utilização de embarcações e equipamentos para a retirada das “substâncias”.

A ação é uma iniciativa do setor de Segurança do Trabalho do Chibatão, que ainda promove a distribuição de mudas para os mais de 2 mil colaboradores diretos que atuam nas empresas da companhia.

O evento também celebra o sucesso do Programa de Resíduos Sólidos, recentemente implantado, e que recicla 25 toneladas/mês de materiais reutilizáveis (madeira, vidro, metais, plásticos, entre outros), provenientes das operações das empresas e também da retirada de resíduos transportados regularmente no rio Negro.

O projeto tem o apoio de 100% dos colaboradores do Chibatão que participam diretamente da divisão dos lucros da comercialização dos produtos reciclados.

Sustentabilidade, preservação da fauna e flora, uso racional da água, mais poluição atmosférica, recursos hídricos e do solo, coleta seletiva e Programa 5’s são temas a serem abordados pelos profissionais da empresa em palestras programadas.

Nas empresas do Grupo Chibatão acontecem ainda exposições de peças artísticas produzidas com materiais reciclados.

Principal complexo portuário privado da Região Norte e um dos maiores do País, pelo terminal portuário alfandegado do Grupo Chibatão passa anualmente cerca de 80% dos contêineres e cargas que chegam a capital do Estado e dos produtos industrializados exportados pelo Polo Industrial de Manaus (PIM).