Publicidade
Manaus
Manaus

Prazo para inscrições no PSC 2013 da Ufam encerra neste domingo

São ofertadas 2.716 vagas em diversas áreas do conhecimento distribuídas entre as seis unidades da universidade no Amazonas 29/08/2012 às 12:28
Show 1
São ofertadas 2.716 vagas em diversas áreas do conhecimento distribuídas entre as seis unidades da universidade no Amazonas
acritica.com Manaus

O prazo de inscrições para o Processo Seletivo Contínuo (PSC) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) encerra neste domingo (2). São ofertadas 2.716 vagas em diversas áreas do conhecimento distribuídas entre as seis unidades da universidade. Pelo PSC são oferecidas 50% do número total de vagas, o restante das vagas é preenchido por estudantes aprovados por meio do Exame Nacional de Ensino Médio.

Para o campus da capital são 1.891 vagas ofertadas e 825 vagas para as unidades dos municípios de Benjamin Constant, Coari, Humaitá, Itacoatiara e Parintins.

Os candidatos devem se inscrever somente via internet, no endereço eletrônico www.comvest.ufam.edu.br. Os alunos da rede pública de ensino do Amazonas, exceto os matriculados em Manaus, serão isentos do pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$30,00.

Neste ano, as provas serão realizadas em todos os municípios do Amazonas com o objetivo de facilitar o deslocamento do candidato ao local das provas. “Essa medida foi tomada objetivando uma maior participação de candidatos pretendentes a ingressar na UFAM”, disse a diretora da Comissão de Concursos-COMVEST, professora Ana Galota.

O Cartão de Confirmação de Inscrição (CCI), que contém as informações sobre o local e dia da prova, está disponível desde o dia 21 de agosto no site da Comissão Permanente de Concursos (Comvest). As provas serão realizadas no dia 2 de dezembro, das 8h às 12h (horário de Manaus) para as 1ª e 2ª etapas e das 8h às 13h (horário de Manaus) para a 3ª etapa.

Estudantes do interior isentos de pagamento da taxa de inscrição
A Ufam decidiu não cobrar a taxa de inscrição do PSC 2013 aos estudantes oriundos de escolas públicas do interior do estado do Amazonas, iniciada em 2010.  A reitora, professora Márcia Perales, afirmou que a não cobrança da taxa do PSC é uma ação afirmativa da Instituição com a intenção de permitir os secundaristas do interior do Estado de escolas públicas possam participar do certame.

Além disso, uma pesquisa apresentada pela Comvest à Administração Superior mostrou o baixo número de alunos de escolas públicas participantes do concurso, tendo como uma das causas a falta de recursos para arcar com o valor da taxa cobrado.