Publicidade
Manaus
Manaus

Prefeito de Manaus irá convocar sessão extraordinária para definir estrutura de Prefeitura

Vereadores que irão compor a base de Artur Virgílio Neto já estão avisados da convocação. Eles serão chamados, em janeiro, para votar mudança na estrutura administrativa da Prefeitura 18/12/2012 às 07:25
Show 1
Os 38 vereadores votarão o reajuste dos salários da nova composição da Câmara Municipal formada por 41 parlamentares, além dos salários do prefeito e do vice
Mariana Lima ---

Os 41 vereadores eleitos têm encontro marcado com o prefeito Artur Neto (PSDB) em meados de janeiro para votar as mudanças na estrutura organizacional da prefeitura. A CRÍTICA apurou, nesta segunda-feira (17), que o prefeito tucano está se articulando para aprovar a reforma administrativa de sua gestão em convocação extraordinária da Câmara Municipal de Manaus (CMM).

O Regimento Interno da CMM prevê a possibilidade de o prefeito convocar os vereadores para que votem matérias de interesse público. Os parlamentares, que estarão de recesso entre o dia 2 de janeiro até o início do mês de fevereiro, não devem receber o pagamento pelas reuniões ordinárias. A presença dos parlamentares nessas reuniões é obrigatória e sem ônus.

Vereadores que irão compor a base do prefeito eleito  já estão avisados da convocação. A data, que ainda não foi definida, deverá ser acertada por Artur Neto e entregue para o próximo presidente da CMM. O novo dirigente da Câmara deve ser eleito no dia 1º de janeiro após a posse. Caberá ao presidente da casa realizar a convocação dos demais parlamentares com pelo menos 24h de antecedência.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).