Publicidade
Manaus
Manaus

Prefeito em exercício afirma que seu gabinete está aberto aos parlamentares

Em visita à Câmara Municipal de Manaus (CMM) na manhã desta segunda-feira (3), João dos Santos Braga, que ocupa interinamente a Prefeitura de Manaus agradeceu aos parlamentares da Casa pela aprovação unânime da emenda que acrescenta seu cargo na linha sucessória do poder executivo da cidade 03/09/2012 às 11:00
Show 1
Procurador-geral do município, João dos Santos Braga, já presidiu o Tribunal de Contas do Estado no período de 2004 e 2005
JOELMA MUNIZ Manaus

“Meu gabinete não possui fechaduras e nem portas”, afirmou o prefeito em exercício de Manaus, João dos Santos Braga, em visita à Câmara Municipal de Manaus (CMM) na manhã desta segunda-feira (3).

Chefe da Procuradoria Geral de Manaus, João Braga, teve o cargo incluído na linha sucessória do poder executivo da cidade, por meio de uma emenda à Lei Orgânica do Município (Lomam). A medida foi aprovada após o afastamento do prefeito Amazonino Mendes (PDT), que está internado no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para a implantação de duas pontes de safena.

“Somos funcionários públicos, devemos receber todos sem que seja preciso marcar uma reunião”, ressaltou.

O chefe do Executivo disse em tom descontraído que esta feliz pela aprovação da emenda que o colocou na linha sucessória da prefeitura. De acordo com ele, o tempo em que ficará à frente da prefeitura será marcado por discrição.

Felicitações

Os vereadores da Casa aproveitaram a oportunidade para parabenizar João Braga. O um dos líderes do prefeito Amazonino Mendes, na CMM, vereador Luiz Alberto Carijó (PDT), frisou a trajetória profissional de João Braga.

Já, Homero de Miranda Leão (PHS) falou da responsabilidade do prefeito em exercício de conduzir a cidade, dizendo que o prefeito Amazonino Mendes “deve estar tranquilo quanto. A cidade está em boas mãos”.

O petista Wlademir José além de parabenizar João Braga, apresentou ao atual prefeito que chamou de “pautas populares”.

“Além de felicitar, quero lembrar que a cidade passar por momento delicado. Temos questões como os impasses do funcionamento do Programa Águas para Manaus  (Proama), além de questões de infraestrutura, como é o caso de bairro como o Parque Mauá”, lembrou.