Publicidade
Manaus
Prefeitura prevê incremento de R$ 500 milhões para receita de 2013

Prefeitura de Manaus detecta vários desperdícios e pretende cortar mordomias

No seminário “Todos Juntos por Manaus” foi apresentado o novo plano de gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto. Lá foram estabelecidas três prioridades para que o trabalho resulte em melhorias na qualidade de vida dos moradores da cidade e nos serviços prestados à população: recuperação financeira até março de 2014, preparação da cidade para a Copa do Mundo e que cada secretaria cumpra suas metas para atender a população 26/02/2013 às 17:42
Show 1
Prefeito Arthur Virgílio Neto apresenta novo plano de gestão
acritica.com Manaus (AM)

Transformar Manaus em uma das melhores cidades para se viver no Brasil. Este foi o sentimento passado aos gestores municipais, nesta terça-feira (26), durante o seminário “Todos Juntos por Manaus”, onde também foi apresentado o novo plano de gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto.

Foram estabelecidas três prioridades para que o trabalho resulte em melhorias na qualidade de vida dos moradores da cidade e nos serviços prestados à população: recuperação financeira até março de 2014, preparação da cidade para a Copa do Mundo e que cada secretaria cumpra suas metas para atender a população. 

“Para a recuperação financeira, vamos atuar sobre quatro pilares: aumento das receitas próprias sem precisar aumentar os impostos, cobrança da dívida ativa, aumento das receitas vinculadas e forte redução dos gastos. Detectamos vários desperdícios, mordomias, dentro do serviço público. Então, vamos cortar excessos como carros, combustível, celulares, contratos, alugueis entre outros. O que é o sacrifício de alguém que antes andava de caminhonete e agora vai ter que andar de carro popular, por exemplo, diante das necessidades de toda a população?”, declarou Arthur Neto. 

Na ocasião, o secretário Municipal de Finanças, Planejamento e Tecnologia da Informação (Semef), Ulisses Tapajós, anunciou um incremento de pelo menos R$ 500 milhões aos cofres do município, somente para este ano.

“Parte destes recursos, R$ 350 milhões, pretendemos buscar com um minucioso trabalho para aumento de receita. O restante, R$ 150 milhões, será o resultado da redução de despesas, que já começamos a implantar em todos os órgãos municipais”, explicou Tapajós ao destacar como resultado, o aumento da capacidade de investimento da cidade.

No que diz respeito à ampliação de receita, Ulisses Tapajós prometeu empenho em resgatar um estoque de R$ 4 bilhões junto à dívida ativa do município, além da atração de novos convênios com o governo federal. Ainda dentro da expectativa de novas receitas, o secretário da Semef pretende investir no atendimento ao contribuinte. A intenção é agilizar e desburocratizar os processos para liberação de licenças, assim como qualquer atendimento relacionado a impostos municipais.

“Nós da Semef estamos em total sintonia com a PGM (Procuradoria Geral do Município) e com o Implurb (Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano) para dar andamento nestes projetos que incluem dívida ativa e desburocratização dos processos da Prefeitura”, destacou Ulisses Tapajós.


Consultoria

No propósito deste novo modelo de gestão, a Prefeitura de Manaus conta com o suporte da equipe da ‘Falconi Consultores de Resultados’, uma das mais conceituadas empresas de consultoria de gestão do mundo. Os consultores Danilo Filho e Álvaro Guzella palestraram para aproximadamente 130 gestores da Prefeitura de Manaus – entre secretários municipais, subsecretário e diretores financeiros.

De acordo com o consultor Danilo Filho, a capital do Amazonas figura em 27º lugar no ranking das capitais com maior esforço fiscal, ou seja, que tem força na sua arrecadação própria.  As receitas próprias de Manaus, representam apenas 21,9% do total de receitas, o que a deixa em posição bem abaixo do nível satisfatório.

Para o titular da Semef, Ulisses Tapajós, este cenário já poderá ser modificado no final deste ano. “A cada dia que passa tenho mais convicção que isso é possível. Começamos um trabalho de motivação com servidores, gestores e cidadãos, para cada um abraçar a causa. Todos juntos por Manaus!”, enfatizou Tapajós.

*As informações são da Secretaria de Comunicação do Município (Semcom).