Publicidade
Manaus
Manaus

Prefeitura e Literatus promovem o Dia do Voluntário Ecológico

A ação marca a realização do projeto Dia do Voluntário Ecológico, desenvolvido pelos alunos do terceiro período do curso de Ciências Biológicas 26/04/2014 às 13:51
Show 1
No total, 44 alunos da Faculdade Literatus estiveram envolvidos na ação deste sábado
acritica.com Manaus (AM)

Alunos do curso de Ciências Biológicas da Faculdade Literatus, juntamente com servidores das secretarias municipais de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp) realizaram, neste sábado (26), uma ação voluntária de retirada do lixo na área do entorno do igarapé no Parque Municipal do Mindu.

A ação marca a realização do projeto Dia do Voluntário Ecológico, desenvolvido pelos alunos do terceiro período do curso, com a finalidade de sensibilizar as pessoas sobre a necessidade de preservação dos recursos naturais e de mensurar o quanto é mais fácil preservar do que recuperar um ambiente degradado. Esta é a segunda ação voluntária realizada pela Semmas em parceria com instituições de ensino envolvendo a limpeza das margens do igarapé do Mindu.  O Parque do Mindu, que se encontra atualmente passando por reformas estruturais, recebeu em novembro do ano passado alunos do Cetam-AM.

No total, 44 alunos da Faculdade Literatus estiveram envolvidos na ação deste sábado. De acordo com o gestor do parque, José Feitoza, parceria é para sensibilizar a sociedade sobre a temática dos resíduos sólidos a partir da comunidade acadêmica.

“O objetivo é sensibilizar a partir das instituições e academias de formação e a nossa intenção é fortalecer essa relação e realizar pelo menos mais três eventos de sensibilização como este no decorrer deste ano”, afirmou.

Segundo ele, a reforma geral da parte física que vem sendo realizada há dois meses no parque deve ser acompanhada também por uma reforma interior da sociedade, daí a importância de ações socioambientais como esta, realizadas em parceria.

A aluna de Ciências Biológicas da Unicel Sigrid Raposo Lichterfeld, 33, ressaltou a importância da experiência vivenciada pelos alunos do ponto de vista acadêmico e de crescimento pessoal e profissional.

“Dentro da faculdade, temos o Núcleo Empregue Habilidade, que visa desenvolver atividades extracurriculares com os alunos e foi a partir de um projeto desenvolvido por motivação do núcleo que optamos por realizar a atividade dentro do parque, que nos permitirá dimensionar o quanto custa uma ação como esta e como seria mais fácil se o ambiente fosse preservado”, afirmou.

Além da ação de limpeza, os alunos participaram também de palestra de sensibilização ambiental e uma oficina de reaproveitamento de garrafas pet em jardins, com duas intervenções realizadas no parque, uma barreira de proteção para um cipó centenário e uma horta com cobertura feita de garrafas pet. Sigrid lembra que não basta apenas a administração do parque e a ação do poder público municipal para a manutenção do espaço protegido. “É preciso que a população se engaje e compre essa idéia de que pode e deve atuar positivamente em favor do meio ambiente”.