Publicidade
Manaus
Manaus

Prefeitura expande novo sistema de lixo no Centro

O sistema, implantado há um mês, que agora passa a atender as ruas Guilherme Moreira, Doutor Moreira e Marcílio Dias e que atenderá todo o Centro com a chegada de mais dois carros coletores 26/08/2014 às 20:25
Show 1
O serviço conta com dois veículos adaptados, menores que as caçambas, usados diariamente para a coleta do lixo
ACRITICA.COM Manaus (AM)

A Prefeitura expandiu o novo sistema de coleta de lixo no Centro, implantado há um mês, que agora passa a atender as ruas Guilherme Moreira, Doutor Moreira e Marcílio Dias e que atenderá todo o Centro com a chegada de mais dois carros coletores.

A rua Marechal Deodoro e a avenida Eduardo Ribeiro, centros importantes do comércio local, já eram atendidas pelo sistema, que já coleta mais de 2.031 toneladas de lixo de forma mais eficaz, buscando a sustentabilidade.

O serviço conta com dois veículos adaptados, menores que as caçambas, usados diariamente para a coleta do lixo na cidade e, portanto, com maior mobilidade para percorrer, várias vezes por dia, o centro comercial de Manaus.

O trabalho é feito sob o acompanhamento dos servidores da Secretaria Municipal de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp), que continuam percorrendo as áreas do Centro, conscientizando a população e os comerciantes.

A média diária de geração de lixo no Centro Histórico de Manaus é de 67 toneladas. No novo sistema, um veículo faz a coleta do lixo orgânico e despeja o conteúdo nos containers instalados na Feira da Banana e retorna no próximo horário programado. O outro carro faz a coleta do lixo reciclável e descarrega na Cooperativa Aliança, instalada na Rua Frei José dos Inocentes, Centro.

Para implantar o novo sistema, a Prefeitura de Manaus realizou campanha de conscientização com cada um dos lojistas do Centro para que o exemplo social de cuidado com o lixo e a coleta pública possa partir também dos comerciantes.

Os horários de coleta foram repassados aos lojistas, para que eles se programem e se tornem parceiros do projeto, que ainda possui o apoio do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), que intervém nos pontos onde há estacionamento irregular de veículos e que podem atrapalhar a passagem dos carros coletores.