Publicidade
Manaus
Manaus

Prefeitura quer parceria com a Caixa Econômica Federal para construção de casas populares

Na ocasião, Hissa destacou a vontade de a Prefeitura de Manaus construir as unidades habitacionais. Esta é a segunda reunião em menos de uma semana para tratar da construção de moradias populares municipais. 10/01/2013 às 22:40
Show 1
O secretário da Seminfh, Hissa Abrahão, reuniu-se com a superitendência da CEF
acritica.com* Manaus (AM)

A construção de casas populares para famílias de baixa renda de Manaus está  próxima de sair   do papel. O secretário municipal de Infraestrutura e Habitação, Hissa Abrahão, esteve reunido a tarde de hoje, 10, com o gerente regional da Superintendência da Caixa Econômica Federal,  Augusto Carvalho, para tratar de detalhes como disponibilidade de terrenos para a construção das moradias, contratos e detalhes técnicos do programa “Minha Casa Minha Vida”.

Na ocasião, Hissa destacou a vontade de a Prefeitura de Manaus construir as unidades  habitacionais. “Estamos com oito dias de governo, tomando pé de toda a situação e com muita vontade de trabalhar. Mas seria importante se vocês nos ajudassem, de preferência, estando conosco na Seminfh. Precisamos de gente para fazer a coisa andar”, ressaltou o secretário.

O gerente regional da superintendência, Augusto Carvalho, destacou uma funcionária da Caixa Econômica Federal para atuar diretamente com a Seminfh, além de disponibilizar consultoria técnica sempre que a secretaria desejar. De acordo com ele, o programa “Minha Casa Minha Vida” oferece ao Estado a construção de 7 mil unidades habitacionais, sendo 3,6 mil ao governo do Amazonas e 3,4 mil para a Prefeitura de Manaus.  

Esta é a segunda reunião em menos de uma semana para tratar da construção de moradias populares municipais. Na última quarta-feira, 9, o secretário Hissa Abrahão conversou com o superintendente estadual de Habitação, Sidney Robertson Oliveira de Paula. Durante a reunião, Hissa ressaltou que a construção de moradias para as pessoas de baixa renda é uma das prioridades da gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto.

*Com informações de assessoria