Publicidade
Manaus
Manaus

Presidente da Câmara Municipal de Manaus critica decisão de TCE

Presidente da CMM e vereador Isaac Tayah diz que a sentença que suspendeu a compra do novo painel eletrônico tem motivação política 26/12/2012 às 08:28
Show 1
Vereador Isaac Tayah tachou de caluniosas informações do parecer do TCE
Mariana Lima ---

O presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), vereador Isaac Tayah (PSD) classificou nesta terça-feira (25), como política a decisão do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) de suspender a compra do novo painel eletrônico da Casa Legislativa.

Durante sessão do dia 20 de dezembro, o TCE-AM decidiu pela suspensão do processo de compra do painel da CMM com base no relatório prévio da relatora. No documento, Yara Lins apresentava sete irregularidades contidas no processo, dentre elas o sobrepreço de até 184% na compra do equipamento. Tayah autorizou a compra do novo painel por R$ 990 mil em novembro deste ano com o argumento de que ele era necessário para comportar o nome dos 41 novos vereadores.

Segundo Tayah, o relatório da conselheira Yara Lins é fruto de uma decisão política para atrapalhar a candidatura dele à reeleição da presidência da CMM. A eleição está prevista para o dia 1º de janeiro. “O que colocaram na decisão são coisas caluniosas. O próprio A CRÍTICA publicou que o valor do painel em outros Estados é semelhante ao que contratamos. Eles procuraram uma cidade com o valor inferior para mostrar que o preço do nosso era mentiroso. Infelizmente, foi uma decisão política e não técnica”, disse o presidente.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).