Publicidade
Manaus
Manaus

Preso por tráfico de drogas em Manaus, ‘João Branco’ não é encontrado dentro penitenciária

Policiais civis foram até o Compaj, na BR-174, para cumprir novo mandado de prisão contra o criminoso, mas ele não foi achado. Sejus faz recontagem e tenta descobrir como se deu a fuga 18/03/2014 às 18:05
Show 1
'João Branco', ao ser escoltado por policiais militares quando precisou prestar depoimento depois de já estar preso
Vinícius Leal Manaus (AM)

O traficante e presidiário João Pinto Carioca, mais conhecido como “João Branco” e por ser um dos chefes da facção criminosa Família do Norte (FDN), conseguiu fugir do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), localizado no km 8 da rodovia federal BR-174, onde cumpria pena por tráfico de drogas.

A Polícia Civil apresentaria um novo pedido de prisão contra João Branco em cumprimento de mandado nesta terça, quando foi deflagrada a “Operação Hórus”, mas o detento não foi encontrado na cela.

João Branco é apontado como suspeito de mandar matar o delegado Oscar Cardoso, morto com 18 tiros em frente sua casa no último dia 9 de março, apenas para citar o mais recente.

A suspeita é que o traficante tenha ordenado a morte de diversas outras pessoas em Manaus, inclusive a do delegado, a qual policiais juraram vingar.

A Secretaria de Estado de Justiça (Sejus) não confirmou a fuga, mas disse que desde o início da tarde está sendo realizada uma recontagem dos presos.

Já o comandante do 2º Batalhão de Choque da Polícia Militar, coronel Raimundo Cavalcante, disse que João Branco não foi encontrado na carceragem do Compaj, mas não confirmou como que o detento conseguiu fugir.

Mais informações em instantes