Publicidade
Manaus
Cotidiano, presos, Sejus, UPP, Puraquequara, Ipat

Presos que postaram imagens de festa no Facebook são transferidos de presídios no Amazonas

os 12 presidiários foram encaminhados para duas unidades prisionais da BR-174 (Manaus - Boa Vista) 28/03/2012 às 10:23
Show 1
Transferência contou com um forte esquema de segurança, de militares do Batalhão de Choque
Síntia Maciel Manaus

Sete dos 12 presidiários da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), que postaram fotos no Facebook de uma festinha realizada no presídio – regada a muita cerveja e churrasco –, foram transferidos na manhã desta terça-feira (27), da referida unidade prisional, localizada no bairro Puraquequara, Zona Leste de Manaus, para o Instituto Penal Antônio Trindade (Ipat), localizado no quilômetro 8, da BR-174 (Manaus – Boa Vista).   

Os outros cinco foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória (CDP), também localizado na BR-174.

A transferência coordenada pela Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejus) iniciou às 6h, e contou com o apoio do Batalhão de Choque, da Polícia Militar.

Indagado a respeito de uma possível transferência dos integrantes do grupo – a maioria presos por tráfico de drogas e no aguardo do julgamento de seus processos –, o secretário executivo adjunto da Sejus, Coronel Bernardo Encarnação disse que tal hipótese não é descartada. Entretanto, tais transferências só ocorrem mediante as especificações determinadas pela lei.

Segundo Encarnação, as investigações preliminares da sindicância dão conta de que a festa promovida pelos 12 detentos, cujas fotos foram postadas no Facebook, teria ocorrido em novembro do ano passado.

“A sindicância irá ouvir tanto os detentos, bem como as pessoas que por eles forem citadas”, salienta.

A partir deste final de semana os 12 presidiários, informa Bernardo, não terão direito a visita de familiares.       

Suspensão
Assim como as sanções impostas ao grupo de detentos, o diretor da UPP, Othon Bittar também continuará afastado de suas funções.

O diretor adjunto do presídio, Zilton Rocha ficará a frente da unidade prisional.