Publicidade
Manaus
Manaus

Produtores rurais atingidos pela cheia no AM recebem R$ 9,6 milhões

As perdas causadas pela enchente somam 138 milhões em prejuízos no setor primário do Estado. Até agora 20 municipios foram beneficiados 15/07/2012 às 20:43
Show 1
O Governo do Estado será acionado para ajudar no pagamento da indenização
acritica.com Manaus

Na tentativa de minimizar as perdas provocadas pela enchente, foram viabilizados R$ 9,6 milhões em linha de crédito especial para produtores rurais de 20 municípios prejudicados. O acesso ao crédito, intermediado pelo Governo do Amazonas, com apoio do Governo Federal, varia de R$ 1mil a R$ 100 mil com juros de 1% a 3,5% ao ano, é fornecido tanto pelo Banco da Amazônia (Basa) quanto pela Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam).

No último levantamento do órgão, realizado na última sexta-feira (13), os agentes financeiros haviam aprovado 10.886 propostas de micro, médio e grandes produtores de 20 municípios amazonenses.

O recurso é intermediado desde junho pelo Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) e segue duas vertentes de investimento, seguindo orientação do governador Omar Aziz de urgência na análise e liberação dos recursos.

“O crédito especial pelo Estado, através da Afeam, atende exclusivamente os criadores de rebanho bovino para a compra de suplementação alimentar para gado. O recurso Federal, por meio do Basa, ajuda os produtores rurais de maneira geral”, informou o diretor técnico do Idam, Ramonilson Gomes.

Mais recursos

Ainda de acordo com o diretor técnico do Idam, a meta do Governo do Estado é intermediar junto à Afeam e Basa até R$ 20 milhões em recursos para o setor primário. A verba é liberada mediante a apresentação de um projeto elaborado pelo produtor interessado com apoio da unidade local do Idam de cada município.

“Ao avaliar a situação do produtor nós identificamos em que modalidade de crédito especial ele poderá ser encaixado, seja pelo Pronaf – Mais Alimento  (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar), ou pelo Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO)”, explicou Ramonilson, ao destacar que a Afeam entra como um complemento específico para evitar prejuízos no setor pecuário.

Municípios beneficiados

As perdas causadas pela enchente somam 138 milhões em prejuízos no setor primário do Estado. Até agora os recursos aprovados foram para os municípios de Boca do Acre, Manacapuru, Careiro da Várzea, Maués, Itacoatiara, Codajas, Boa Vista do Ramos, Eirunepé, Envira, Anamã, Canutama, Nhamunda, Barreirinha, Carauari, Tapaua, Careiro Castanho, Caapiranga, Jurua, Urucurituba e Guajará.