Publicidade
Manaus
Manaus

Programa Ensino Médio Inovador é aplicado em 41 escolas do AM

De iniciativa do Governo Federal, o ProEMI já está sendo aplicado em 41 escolas do Amazonas e beneficiando diretamente 18.856 estudantes 13/08/2012 às 12:48
Show 1
Lançado em 2009 pelo MEC o ProEmi surgiu como incentivo ao sucesso escolar de estudantes das escolas públicas, visando oportunizar a eles o acesso e a participação em projetos como os de reforço escolar, de iniciação científica, de preparação a vestibulares
acritica.com Manaus

A matriz curricular dos estudantes do ensino médio da rede estadual de ensino está ganhando no Brasil um novo adicional pedagógico por meio da implantação do programa Ensino Médio Inovador (ProEMI).

De iniciativa do Governo Federal, o ProEMI já está sendo aplicado em 41 escolas do Amazonas e beneficiando diretamente 18.856 estudantes. De acordo com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), as instituições de ensino estão buscando beneficiar os estudantes a partir da aplicação de atividades complementares envolvendo ciência, tecnologia, cultura e trabalho.

Na última semana, uma equipe do Ministério da Educação (MEC) esteve em Manaus coordenando o encontro “Diálogos com o Ensino Médio”, onde representantes das Secretarias de Educação dos estados do Amazonas, Acre, Amapá, Pará, Roraima, Tocantins, Piauí e Ceará receberam orientações para o desenvolvimento efetivo do programa. A gerente de Ensino Médio, Vera Lima e o diretor do Departamento de Políticas e Programas Educacionais da Seduc, Edson Melo, representaram o Amazonas no evento.     

Coordenado pelo Observatório da Juventude da Universidade Federal de Minas Gerais o encontro “Diálogos com o Ensino Médio” teve como objetivo promover a interlocução, produzir e socializar conhecimentos entre professores, alunos e comunidade escolar envolvidos com o ensino médio, além de formular políticas públicas. Durante a reunião, também foi ministrada a aula inaugural do projeto “Juventude Brasileira e Ensino Médio Inovador (JUBEMI)”, que é um curso à distância que contemplará 25 professores do Amazonas, os quais terão acesso a informações e atualizações em caráter exclusivo sobre o ensino médio brasileiro.

Durante o encontro, a gerente do ensino médio da Seduc, Vera Lima, enfatizou que o curso a distância será de extrema importância e trará ganhos significativos para o desenvolvimento do ensino no Amazonas. “O curso e a plataforma por ele oferecida nos proporcionarão um diagnóstico preciso da juventude brasileira. Este conhecimento, somado à possibilidade de nossos professores dialogarem com professores de outras regiões do país resultará na elaboração de projetos para melhor atender os estudantes do Amazonas”, afirmou Vera Lima.   


Ensino Médio Inovador

Lançado em 2009 pelo MEC o ProEmi surgiu como incentivo ao sucesso escolar de estudantes das escolas públicas, visando oportunizar a eles o acesso e a participação em projetos como os de reforço escolar, de iniciação científica, de preparação a vestibulares, de estímulo à atividades artística, dentre outros.

Para a execução das atividades planejadas, as escolas selecionadas recebem verba financeira específica destinada pelo Governo Federal por meio de seu programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE).