Publicidade
Manaus
Manaus

Projeto que cria mais 500 vagas para agentes de trânsito em Manaus é apreciado na CMM

--- 07/03/2012 às 07:51
Show 1
Atualmente, 240 profissionais atuam como fiscais de trânsito em Manaus
FABÍOLA PASCARELLI Manaus

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) analisou nessa terça-feira (6), o Projeto de Lei de autoria do Executivo Municipal que cria mais 500 cargos de agente da autoridade de trânsito na cidade. O projeto foi encaminhado à Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCRJ) da Casa, em regime de urgência. Hoje, são 240 agentes, segundo o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans). 

A Mensagem 002/2012, altera a Lei 1.553, de 11 de janeiro de 2011, que criou o cargo público de agente da autoridade de trânsito no município. O projeto 

estabelece que o quantitativo para o cargo é de 500 vagas, com vencimento de R$ 1.659,58 e carga horária de 30 horas se manais trabalhadas, com intervalo intrajornada de uma hora. 

O vereador Luiz Alberto Carijó (PDT) informou que o projeto é importante para a realização de concurso púbico. “Será muito importante para a organização do trânsito da cidade”, ressaltou Carijó.

De acordo com a Secretaria Municipal de Administração (Semad), foram oferecidas 500 vagas no concurso para agente de trânsito realizado em 2010, mas apenas 346 foram aprovados. Atualmente, em exercício, existem 240 agentes. 

Polêmica

O vereador Paulo De‘Carli provocou a ira do vice-presidente da Casa, Marcelo Alexandre, ao pedir vistas de um decreto legislativo que concede o diploma de Cidadão de Manaus ao senador Eduardo Braga (PMDB). A propositura foi feita pelos vereadores Massami Miki (PSL), Isaac Tayah (PSD) e Marcel Alexandre (PMDB). De’Carli disse que não concorda com esse tipo de projeto em ano eleitoral.