Publicidade
Manaus
Voluntariado Haiti

Projeto reúne jovens voluntários para ajudar haitianos em Manaus

Iniciativa de grupo de amigos conta com a ajuda de diversos parceiros como igrejas católicas, evangélicas e representantes da Sociedade Civil Organizada 31/01/2012 às 08:07
Show 1
Galpão vai ser usado para abrir cerca de 400 haitianos
Cassandra Castro Manaus

Em meio à chegada de imigrantes haitianos a Manaus, começam a surgir algumas iniciativas de ajuda da Sociedade Civil Organizada aos refugiados. Uma delas é o projeto “Ama Haiti” que reúne jovens voluntários em uma sede localizada no bairro Parque 10, Zona Centro Sul de Manaus. Neste fim de semana (28 e 29/01), o grupo realizou uma ação social para arrecadação de donativos. O coordenador do projeto, Stênio Maciel diz que toda ajuda é bem vinda, mas que a adesão de mais pessoas para trabalharem como voluntárias é fundamental.

A ideia do projeto surgiu em setembro último, quando Stênio e mais alguns amigos viram a situação dos haitianos que chegavam a Manaus e resolveram ajudar. Hoje, eles abrigam cerca de 100 imigrantes e já se prepararam para receber mais gente. “A paróquia de São Geraldo é referência para eles, é um ponto de encontro para quem chega a Manaus”, conta Stênio. A sede do projeto funciona em uma casa de três andares que estava desativada“. Conheci a dona do imóvel em uma das minhas saídas e falei para ela do projeto. Ela se sensibilizou e perguntou se  queríamos utilizar a casa”, lembra o coordenador do Ama Haiti.

Agora, o grupo prepara outro local para receber os haitianos, um galpão de 600 m², também doado por um gesto de solidariedade de um empresário. A expectativa é que no novo espaço sejam abrigadas 400 pessoas.  Stênio conta que  a ação realizada neste fim de semana não arrecadou donativos em grande quantidade, mas enfatizou que a intenção é despertar nas pessoas a vontade de ajudar. Atualmente, cerca de 10 pessoas trabalham mais diretamente no projeto. “ Aqui na nossa sede, nós damos aulas de português, falamos sobre as leis trabalhistas e encaminhamos os haitianos a empregos, e temos um banco de dados que facilita na hora de conseguir trabalho para estas pessoas”, afirma  Stênio.

A sede do projeto Ama Haiti fica na rua F, 202, Conjunto Shangri-lá I.