Publicidade
Manaus
Manaus

Projeto "Ronda no Bairro" atuará com mais policiamento nas escolas de Manaus

Os números do projeto "Ronda no Bairro" nesse seu primeiro mês de atuação tem sido otimista no combate ao crime, e nessa nova onda de segurança, a Secretaria de Segurança Pública vai intensificar as ações do policiamento junto às escolas na entrada e saída de alunos e professores 20/03/2012 às 17:46
Show 1
Vigilância feita pela Polícia Militar na Zona Norte - Ronda no Bairro
acritica.com Manaus

Mais uma parceira foi formada com objetivo de levar mais segurança às escolas. No encontro entre a comissão de implantação e gestores do programa “Ronda no Bairro” com a direção das escolas públicas, da zona Norte de Manaus (AM), que aconteceu nesta terça-feira, 20, resultou na criação de um plano com o intuito de reforçar a segurança nas áreas internas e próximas às unidades escolares. A primeira definição anunciada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) é a intensificação do policiamento nos horários de entrada e saída de alunos e professores.

De acordo com o secretário-adjunto do “Ronda no Bairro”, Tenente-coronel PM Amadeu Soares, o programa já previu vigilância constante nas escolas, mas, a parceria tende a melhorar mais a segurança, “pois nosso objetivo é trazer o educador e alunos para próximo da polícia e, juntos, e deixar que a escola cumpra com tranquilidade o seu papel de bem formar o cidadão, como sempre foi”, disse.

Amadeu afirmou ainda que a intenção do “Ronda no Bairro” é criar perímetros de policiamento que acompanhe o aluno desde a saída de casa até sua chegada à escola, e na saída, o caminho inverso.

Uma outra estratégia discutida entre policiais e escola é que pais e responsáveis do aluno que estiver fora da escola durante o período de aula serão procurados para explicações.

- “A filosofia de policiamento comunitário envolve a participação do professor e da polícia, mas também dos pais. Como o Ronda no Bairro está próximo do cidadão, vamos ser informados pelo diretor da escola que determinado aluno está faltando além da conta”, disse Amadeu.

Um outro ponto destacado nessa parceria entre polícia e escola é que a presença da polícia na reunião de pais e professores vai ser constante. O objetivo é que os gestores do “Ronda no Bairro” acompanhem bem de perto todos os problemas que estão afetando a segurança nas escolas e nas comunidades onde vivem os alunos.

- “Cada unidade do Ronda no Bairro vai fazer palestras aos alunos nas escolas, até para que eles se envolvam com o programa e possam acionar rapidamente o socorro da polícia, se for o caso”, disse Amadeu.

Números positivos
Para o diretor da Escola Estadual Dom João de Souza Lima, Raimundo Marinho, a presença da polícia e a segurança a partir da instalação do “Ronda no Bairro” melhoraram muito.

- “Nós já sentimos o resultado positivo com a diminuição significativa das ocorrências também nas proximidades da escola”, afirmou.

A coordenadora das escolas estaduais da zona Norte, que atende cerca de 46.200 alunos, Emília Velozo, o Ronda no Bairro já trouxe o resultado esperado. “Tenho conversado com todos os diretores e eles têm aprovado o programa. Brigas e rixas fora das escolas não existem mais, e os alunos estão mais disciplinados e se sentem mais seguros”, relatou durante a reunião.

Balanço de ocorrências
Durante a reunião no auditório da Escola Estadual Marcantônio Vilaça 2, o Tenente-coronel Amadeu Soares apresentou ainda as estatísticas de um mês de operação do “Ronda no Bairro” na zona Norte.

Segundo ele, a redução do total de ocorrências, comparado com o período de 30 dias anterior, foi de 21%, e no caso dos homicídios alcançou uma diminuição de 47%. “Outras naturezas de crimes também caíram bastante, como foi o caso dos furtos, com 23% a menos”, disse.