Publicidade
Manaus
Manaus

PSB, PCdoB e PSTU oficializam candidaturas para as eleições municipais de 2012

O PCdoB, segundo a realizar convenção, neste sábado, assinalou que, embora o partido tenha confirmado que não terá candidatura majoritária na capital, como já era esperado, pretende lançar 62 candidatos a vereadores, no intuito de aumentar sua representatividade na CMM, hoje restrita à vereadora Lúcia Antony 23/06/2012 às 17:07
Show 1
Cerca de 300 pessoas compareceram à convenção do PSB em Manaus
Ana Carolina Barbosa e Lúcio Pinheiro Manaus

Depois da confirmação da candidatura do ex-prefeito Serafim Corrêa à Prefeitura de Manaus, ocorrida na manhã deste sábado (23/06), foi a vez do PCdoB oficializar seus candidatos em convenção iniciada às 14h, no auditório da Universidade do Estado do Amazonas (UEA –avenida Djalma Batista, Chapada, Zona Centro-Sul).

Embora o partido tenha confirmado que não terá candidatura majoritária na capital, como já era esperado, a sigla pretende lançar 62 candidatos a vereadores, no intuito de aumentar sua representatividade na Câmara Municipal de Manaus (CMM), hoje restrita à vereadora Lúcia Antony.


Lúcia informou que serão 43 candidatos homens e 19 mulheres. O objetivo é passar de uma vereadora para pelo menos quatro representantes na próxima legislatura. Lúcia Antony é uma que entra na disputa eleitoral em busca da reeleição. Ela assumiu a cadeira em 2010, como primeira suplente do então vereador Marcelo Ramos, hoje deputado federal licenciado e filiado ao PSB, partido no qual compõe chapa majoritária como vice de Serafim Corrêa.

Com um discurso exaltando o “partido com o maior número de filiados e militantes do estado”, representantes do PCdoB, como o presidente de honra do partido, secretário do Estado de Produção Rural Eron Bezerra e a esposa, senadora Vanessa Grazziotin, almejam ampliar a presença da legenda também no interior.

Para isso, o PCdoB lançará 20 candidatos a prefeitos e 15 candidatos a vice, o que o coloca presente em disputas de 35 dos 62 municípios do Amazonas.

Sobre o apoio a candidaturas na capital, a senadora Vanessa Grazziotin ressaltou que, embora a legenda tenha colocado à disposição do grupo político da qual faz parte nomes como o dela, do próprio Eron Bezerra e até de Lúcia Antony, estará ao lado do candidato escolhido pelos representantes dos partidos aliados.


Hoje, a expectativa é de que o nome a receber o apoio dela e de outros caciques políticos, como o senador e líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB) e o governador Omar Aziz, vice-presidente nacional do recém criado PSD, seja o de Rebecca Garcia (PP), deputada federal em ascensão no Congresso Nacional e cuja candidatura deve ser confirmada no próximo dia 30.

PSTU

Quem também confirmou candidatura própria, na tarde deste sábado, foi Herbert Amazonas (PSTU), que terá como vice Ivete Egas, do mesmo partido, aumentando o número de chapas “Puro Sangue” para três – PSB e PPS também estão nesta lista.

Durante a convenção, realizada no Centro da cidade- rua Monsenhor Coutinho, Centro de Artes da Ufam (Caua) -, o vice-presidente da legenda, Gilberto Vasconcelos, destacou que para a CMM a sigla tem cinco candidaturas confirmadas, mas pode chegar a dez e explicou que, como o PSTU está presente apenas na capital, com cerca de 150 filiados, não terão candidatos no interior.

O partido, na lista dos “nanicos”, tradicionalmente lança Herbert Amazonas como candidato majoritário, desde 1998 – com exceção de 2008, quando apoiaram a candidatura de João Ricardo Bessa (PSOL).

Amazonas destacou que este ano o PSTU teve a intenção de coligar com PSOL e PCB, para formar uma frente forte de esquerda, mas, com a adesão do PSOL à candidatura de Serafim Corrêa e por conta de uma desavença com membros de uma corrente da legenda, descartou a hipótese.

E esta não é a única mudança adotada para as eleições deste ano. O tradicional slogan “Contra Burguês vote 16” será substituído por “Manaus para os trabalhadores”.

O cenário político, com a confirmação da candidatura de Herbert Amazonas, pelo PSTU, fica composto por cinco candidaturas oficiais para as eleições municipais deste ano em Manaus. São elas: Serafim Corrêa (PSB), Pauderney Avelino (DEM), Artur Virgílio (PSDB), Jerõnimo Maranhão (PMN) e Hissa Brahão (PPS).