Publicidade
Manaus
Manaus

PSC no Amazonas recebe novos membros

Dentre os novos filiados, está o empresário Rita Bernardino, que assinou a sua filiação e afirmou compartilhar com os mesmos ideais políticos do partido 09/03/2012 às 19:15
Show 1
P PSC está reestruturando a sigla na capital e no interior
acritica.com Manaus

O Partido Social Cristão no Amazonas (PSC/AM) recebeu novos membros nesta sexta-feira, dia 9, durante inauguração da sede regional no bairro Cachoeirinha, zona sul de Manaus. Dentre os novos filiados, está o empresário Rita Bernardino, que assinou a sua filiação e afirmou compartilhar com os mesmos ideais políticos do partido.

Na inauguração, estiveram presentes o vice-presidente nacional do PSC, pastor Everaldo Dias Pereira, os deputados estaduais David Almeida (PSD), Sidney Leite (DEM), Wanderley Dallas (PMDB) e o presidente da Assembleia Legislativa no Amazonas (Aleam), deputado Ricardo Nicolau (PSD). Os vereadores Amauri Colares e Paulo Nasser, da Executiva Municipal, também participaram da programação.

O pastor Everaldo Dias Pereira destacou os desafios do partido em todo o País para as eleições municipais neste ano. A meta, segundo ele, é eleger cerca de 300 prefeitos e 4 mil vereadores. “O Amazonas irá, com certeza, cooperar para que tenhamos esse sucesso nas eleições municipais. O partido aqui vive um novo momento de crescimento”, destacou o vice-presidente.

Everaldo Dias afirmou ainda que em 2014 o partido deve lançar candidatura própria à presidência da rRpública e destacou a filosofia do PSC. “Não somos melhores ou piores do que nenhum outro partido. Com certeza, somos diferenciados porque os nossos princípios básicos são os valores cristãos”, afirmou.

O presidente do PSC/AM, deputado estadual Francisco Souza, que reestruturação do partido em todos os municípios do interior do Amazonas, faz parte da preparação do partido para as eleições municipais.

Ele disse ainda que, por determinação da Executiva Nacional, está acompanhando todo o processo de pré-candidaturas no interior orientando que a filosofia do partido seja cumprida. “O debate deve ser em torno de ideias e projetos deixando de lado, a forma ultrapassada de fazer política ofendendo a honra dos candidatos”, disse.