Publicidade
Manaus
OFICINA

Quadrilha é presa por desmanchar veículos roubados em oficina na Cidade Nova

No momento em que a polícia chegou ao local, um dos infratores estava lixando o chassi de um carro. O líder do bando, “Black”, segue foragido 16/11/2017 às 12:56 - Atualizado em 16/11/2017 às 14:14
Show ae0f2523 359f 4abe b355 631ae804b98d
Foto: Jander Robson
Dani Brito Manaus (AM)

Uma quadrilha suspeita de desmanchar veículos roubados em uma oficina na rua Conde do Maranhão, no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, foi presa em flagrante na manhã desta quinta-feira (16) pela Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop), vinculada à Secretaria de Segurança Pública (SSP).

Até o momento três pessoas foram detidas. São eles Marcelo de Souza Tavares, 19, Cristóvão Cruz Tourinho Filho, 28, e Marcela Aguiar de Souza, 30. Porém, o líder do bando, identificado como Jorge Erisson Peixoto da Silva, o “Black”, permanece foragido.


Foto: Jander Robson

Segundo o secretário Orlando Amaral, da Seaop, os policias conseguiram chegar ao local após o recebimento de uma denúncia anônima. “Viemos averiguar uma denúncia anônima e ao chegar aqui nos deparamos com um local cheio de peças de veículos, dentre eles bancos, placas, motores adulterados e três veículos com restrição de roubo”, disse Orlando Amaral.

No momento em que a polícia deu o flagrante um dos infratores estava lixando o chassi de um dos veículos. No local, conforme Orlando Amaral, foram encontradas diversas peças de automóveis como motores adulterados, placas, bancos e também três carros com restrição de roubo.


Foto: Jander Robson

Ao perceberam a ação da polícia, os infratores fugiram pelos fundos da oficina, mas dois deles acabaram detidos em via pública. A dona do estabelecimento, que é esposa do líder do bando, segundo a polícia, também foi detida na residência dela, localizada nas proximidades da oficina.

Todos os três presos foam encaminhados à Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), que investigará o caso. Eles podem responder pelos crimes de receptação, adulteração de identificador de veículo automotor, roubo, furto e organização criminosa.