Publicidade
Manaus
Manaus

Quadrilha interestadual é desarticulada em Manicoré (AM)

Ao denunciar o esquema, a ganhadora disse que havia sido contratada para fazer o “serviço” e que para isso ganharia mil reais. A investigação concluiu que a numeração da cartela premiada não correspondia aos números sorteados. 07/08/2012 às 22:47
Show 1
O objetivo da quadrilha era aliar a credibilidade da associação ao sorteio.
acritica.com Manaus

A ‘Operação Bingo’ foi desencadeada nesta segunda (06) e terça-feira (07) por policiais civis com o apoio de policiais militares no município de Manicoré. Os policiais  desarticularam uma quadrilha interestadual formada por supostos estelionatários do Acre, de Brasília e de Minas Gerais. O grupo é acusado de fraudar um Bingo para obter lucro de forma ilícita.

As cartelas do Bingão “Manicoré da Sorte” eram vendidas no valor de R$15,00 (quinze reais). As cartelas possuíam ilustrações dos prêmios e o letreiro com o CNPJ da Associação de Moto Taxi local, indicando como a promotora do bingo. O objetivo da quadrilha era aliar a credibilidade da associação ao sorteio.

O “Bingão” foi realizado na noite da última segunda-feira (06), na Praça da Bandeira, centro de Manicoré, mas já estava sendo investigado há dois meses. Os prêmios pequenos como notebook e TV LCD 32 foram sorteados e entregues aos ganhadores, mas o 5° prêmio, no valor de dez mil reais, não foi entregue à ganhadora.

Ao denunciar o esquema, a ganhadora disse que havia sido contratada para fazer o “serviço” e que para isso ganharia mil reais. A investigação concluiu que a numeração da cartela premiada não correspondia aos números sorteados.

A fraude era quase perfeita e a descoberta surpreendeu até mesmo os organizadores do bingo. Os acusados Edvando Alves de Oliveira (46), natural de João Pessoa/PB, José Adilson da Silva (63), natural de Brasilia/DF, Jerlaina Elizabeti Lima Pinheiro (23) e Francisco Lopes Felix (42), naturais do Rio Branco/AC foram encaminhados ao 72° DIP onde foram autuados em flagrante. Com a quadrilha foram apreendidas centenas de cartelas do Bingo, além de cartazes, um netbook, R$ 1.141 em espécie, um carro modelo Siena e cinco celulares.

A polícia continua as investigações nos pontos de vendas.