Publicidade
Manaus
Manaus

Quadrilha que explodia caixas eletrônicos é presa após cometer mais um crime

Um homem identificado como "Dimas" foi alvejado na troca de tiros com a polícia e faleceu no local 27/09/2012 às 11:44
Show 1
Os homens haviam acabado de explodir um caixa localizado em um estabelecimento comercial do bairro Nova Floresta
Bruna Souza Manaus, Am

Uma quadrilha especializada em explosão de caixas eletrônicos na cidade foi presa na madrugada desta quinta-feira, 27, por volta das 1h40, na rua Ágata, bairro Nova Floresta, zona leste.

Os homens haviam acabado de explodir um caixa localizado em um estabelecimento comercial do bairro. Policiais civis da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) em ação conjunta com a Polícia Militar, já investigavam o grupo após sete ocorrências similares na cidade. 

Ricardo de Queiroz Barros, 31, Walcimar Gomes de Brito, 35, Ueldrei Jaite Azevedo da Silva, 25, Deivid Edson Teixeira da Gama, 26, Marcelo Blanco da Silva, 24, e Fredson Lima da Silva, 29, foram encaminhados a delegacia e para o 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para a prisão em flagrante.

De acordo com a assessoria da Polícia Civil do Amazonas a ação rápida se deve as investigações realizadas pela DERFD, que conseguiram prender os acusados em flagrante. Com eles foram apreendidos armas, restos de artefato explosivo e um extintor.

Durante a ação da polícia, houve troca de tiros com os bandidos e Dimas Pinho da Silva, 35, foi alvejado e veio a falecer no Hospital Platão Araújo. Segundo informações da polícia, 'Dimas' era foragido da justiça e era conhecido no mundo do crime. Outro envolvido foi baleado e conseguiu fugir do local.

Fredson Lima foi abordado por policiais militares da 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) e na revista foram encontrados um revólver calibre 38, munições, 108g de cocaína, 2 cilindros de oxigênio (um grande e um pequeno), maçarico e martelo, material usado para a explosão de caixas eletrônicos. Em seu depoimento o acusado afirmou que o material pertencia a um homem conhecido como 'Careca', que viria de Roraima para explodir três caixas eletrônicos em Manaus.