Publicidade
Manaus
Manaus

Qualidade será um dos principais assuntos discutidos no 4º Fórum das Águas, em Manaus

A programação inclui a mesa de abertura com a participação de especialistas do Ministério das Cidades e da Agência Nacional de Águas (ANA), parlamentares e organizações da sociedade civil, além de autoridades estaduais e municipais 09/04/2012 às 07:41
Show 1
As famílias das zonas Leste e Norte da cidade são algumas das que sofrem com problemas no abastecimento de água, o que compromete a qualidade de vida
jornal a crítica Manaus

Apresentar experiências e discutir a qualidade da água e a sustentabilidade no uso e gerenciamento dos recursos hídricos amazônicos são os principais objetivos do 4º Fórum das Águas de Manaus, que será realizado nesta segunda-feira (9), das 13h às 18h, na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM). O evento é aberto ao público em geral e as inscrições são gratuitas no www.forumdasaguasdemanaus.com.br.

A programação inclui a mesa de abertura com a participação de especialistas do Ministério das Cidades e da Agência Nacional de Águas (ANA), parlamentares e organizações da sociedade civil, além de autoridades estaduais e municipais.

Os temas das palestras serão: importância das florestas na conservação dos recursos hídricos; águas superficiais: estado de conservação, riscos e vulnerabilidades; padrões e qualidade da água na Amazônia e; saneamento básico e sustentabilidade dos recursos hídricos.

Palestrantes de renome nacional vão participar do evento, como o pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Sérgio Bringel; o professor e pesquisador do Núcleo Interdisciplinar de Energia, Meio Ambiente e Água da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), João Tito Borges; o superintendente do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Marco Antônio Oliveira; e o professor e pesquisador da Uninilton Lins, Sérgio Nozawa.

A deputada estadual Conceição Sampaio (PP), uma das entusiastas do evento, conta que o fórum teve origem por iniciativa da deputada federal Rebecca Garcia (PP-AM) e que a intenção inicial era reunir as três casas legislativas para realizar uma ampla discussão sobre a questão da água, no qual o então vereador Marcelo  Ramos (PSB), agora deputado estadual, e ela própria, se integraram.

“Nós sabemos que apesar de estarmos dentro da maior bacia hidrográfica do mundo, nas zonas Leste e Norte de Manaus ainda há algumas milhares de famílias sem água potável”, alerta a deputada.

Para ela, o fórum vai ao encontro de discussões semelhantes dentro da temática do meio ambiente no Brasil e no mundo. “Nesse ano teremos a Rio +20, em  que o mundo todo estará discutindo o meio ambiente. E não dá pra falar de meio ambiente sem falar de Amazônia e não dá pra falar de Amazônia sem falar de água”, acredita a parlamentar, que destaca o problema dos mananciais na cidade.

“Com pouca água, as pessoas são levadas a fazer cacimbas e poços sem a devida orientação e isso pode comprometer o solo da cidade, como acontece hoje na Cidade do México”, alerta. 

CPI visita Nova Vitória na quarta
Nova Vitória, na Zona Norte, será o primeiro bairro que sofre com problemas da falta de água tratada nas casas a receber a visita da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Água que investiga o contrato de concessão dos serviços de água e esgotamento sanitário.

A visita está prevista para a próxima quarta-feira, a partir das 10h. A proposta foi apresentada pelo vereador Waldemir José (PT) e acatada pelos membros da CPI.

O bairro, explicou o vereador, é dotado de um sistema de distribuição de água, rede de esgotamento doméstico e estação de tratamento de esgoto. Todo o sistema foi construído pelo Governo do Estado com recursos do Governo Federal.

O problema, informa o parlamentar, por meio de sua assessoria,  é que, apesar do sistema estar pronto para funcionar, a população do bairro continua sofrendo com a falta de água encanada.