Publicidade
Manaus
FIQUE LIGADO

Quer participar do CNH social? As inscrições começam nesta segunda-feira (9)

Veja como participar do projeto do Detran-AM em parceria com o Sindcfc-AM, que pretende habilitar, na primeira etapa de forma gratuita, 10 mil pessoas, na capital e nos municípios do interior 09/10/2017 às 07:49 - Atualizado em 09/10/2017 às 09:10
Show carteira de motorista
(Foto: Divulgação)
acritica.com Manaus (AM)

A população do Amazonas poderá tirar de forma gratuita a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). As inscrições para participar do programa começam nesta segunda-feira (9). O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) assinou convênio com o Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do Estado do Amazonas (SINDCFC-AM) para a implementação do projeto social no estado. O órgão pretende habilitar, na primeira etapa, 10 mil pessoas, na capital e nos municípios do interior do AM.

Como se inscrever?

Os interessados no projeto CNH social poderão fazer as inscrições a partir desta segunda-feira (09), no site do Detran-AM (www.detran.am.gov.br) ou pelo aplicativo Amazonas na Palma da Mão.

Quem pode participar?

Poderão se inscrever pessoas maiores de 18 anos, residentes no Estado há pelo menos dois anos, que tenham renda família mensal de até três salários ou estejam desempregada a mais de um ano, ou ainda, inscritas em programas sociais governamentais, a exemplo do programa Bolsa Família, do Governo Federal.

Quem não pode se inscrever?

Não poderão participar da seleção pessoas com processos de CNH já iniciados, assim como pessoas que tenham cometido crimes a condução de veículos, ou que tiveram CNH cassada ou suspensa.

Qual é o objetivo do projeto?

Segundo o Detran-AM, o objetivo é proporcionar a inclusão social de pessoas de baixa renda, que hoje conduzem veículos para trabalhar, por questão de sobrevivência, a maioria delas sem estar habilitada

Por que foi desenvolvido? 

O projeto CNH Social é um dos três pilares da Escola Pública de Trânsito, programa do Detran-AM que engloba além da CNH social, a oferta de cursos de especialização na área de trânsito, em parceria com a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), e a realização campanhas educativas nas escolas da rede pública e particular de ensino, na capital e nos municípios do interior do Estado.