Publicidade
Manaus
Manaus

R$ 700 mil em mercadorias ilegais são apreendidos em Manaus

Trata-se de uma operação de rotina visando apurar a regularidade tributária de mercadorias importadas expostas à venda, bem como a verificação de possível pirataria. 18/12/2012 às 19:28
Show 1
As mercadorias apreendidas foram encaminhadas para o Depósito da Receita Federal em Manaus e posteriormente poderão ser leiloadas, doadas a órgãos públicos ou destruídas
acritica.com Manaus (AM)

O Núcleo de Repressão da Receita Federal (NUREP) e a Alfândega do Porto de Manaus (SEVIG) e a Polícia Militar realizaram na última segunda-feira (17), em Galeria no Centro da capital amazonense, operação de Repressão ao Contrabando e Descaminho, intitulada Operação “Belém II”, dando continuidade à Operação Belém I que ocorreu no aeroporto Eduardo Gomes.

Trata-se de uma operação de rotina visando apurar a regularidade tributária de mercadorias importadas expostas à venda, bem como a verificação de possível pirataria.

No caso da não comprovação da regularidade da importação, a Receita Federal emite Auto de Infração dando perda à mercadoria, com o devido prazo legal para um possível recurso de defesa pelo contribuinte.

Foi apreendido um total de 110 volumes referente a 20 lojas. O valor aproximado das mercadorias apreendidas é de 700 mil reais. Foram apreendidas  mercadorias como Tablet, GPS, Video games, jogos para videogames, celulares, máquinas fotográficas digitais, entre outras.

As mercadorias apreendidas foram encaminhadas para o Depósito da Receita Federal em Manaus e posteriormente poderão ser leiloadas, doadas a órgãos públicos ou destruídas, dependendo do tipo de mercadoria.

Os lojistas que mantêm em circulação mercadorias falsificadas de marcas famosas ou produtos de importação proibida pelo governo brasileiro como anabolizantes, herbicidas e outros responderão penalmente pelo crime de contrabando.