Publicidade
Manaus
Manaus

Receita tributária de Manaus ultrapassou R$ 38 milhões em fevereiro

Destaque para o Imposto Sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), que arrecadou mais de R$ 3,2 bilhões neste segundo mês de 2012 e superou em quase 32% o montante arrecadado em 2011 20/03/2012 às 09:39
Show 1
A evolução das transferências correntes provindas do Estado e União também foi tímida e demonstrou crescimento de apenas 6%.
Acritica.com Manaus

A receita Tributária do município em fevereiro alcançou cifras acima de R$ 38,7 milhões e registrou um leve crescimento de 4,4% em relação ao ano passado. De acordo com o Secretário Municipal de Finanças, Planejamento e Tecnologia da Informação (Semef), Alfredo Paes, o tímido percentual deve-se à quantidade de dias úteis no mês, que este ano foi menor em fevereiro por conta do carnaval. “Ano passado o carnaval foi realizado em março”, lembrou o secretário.

Destaque para o Imposto Sobre a Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), que arrecadou mais de R$ 3,2 bilhões neste segundo mês de 2012 e superou em quase 32% o montante arrecadado no ano passado. O Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) manteve o mesmo patamar de 2011 e gerou receita de R$ 29,8 milhões aos cofres municipais.

A evolução das transferências correntes provindas do Estado e União também foi tímida e demonstrou crescimento de apenas 6%. Em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) o repasse representou montante de R$ 72,7 milhões em fevereiro.

No quadro global, incluindo arrecadação própria e repasses, a receita da Prefeitura de Manaus chegou a R$ 183,6 milhões, superando em mais R$ 6,7 milhões o montante do ano anterior.

Acumulado

Ao comparar com as cifras registradas em 2011, a receita tributária municipal já obteve avanço superior a 11% e gerou soma de R$ 86,3 milhões neste primeiro bimestre. O montante pode ser conferido ao excelente desempenho do ISSQN, que arrecadou R$ 67,7 milhões nestes dois primeiros meses de 2012 e sozinho representou fatia de 78,4% do total de receita acumulada.

No bolo total, incluindo receitas próprias e repasses, a soma já chega a R$ 401,7 milhões, o que significa uma evolução de 13,4% comparando com o ano anterior, quando a arrecadação global somou R$ 353,9 milhões.