Publicidade
Manaus
Economia, Suframa, PIM, Distrito Industrial, CAS

Reunião do CAS analisa pauta com investimentos superiores a US$ 235 milhões

A pauta da reunião é composta, até o momento, por 13 projetos de implantação e 21 projetos de ampliação, atualização e diversificação. Juntos, os projetos têm a previsão de gerar em torno de 400 empregos em três anos 17/10/2012 às 16:50
Show 1
A política de incentivos fiscais do modelo Zona Franca é que mantém o Polo Industrial de Manaus competitivo
acritica.com Manaus

Trinta e quatro projetos industriais e de serviços, somando investimentos de US$ 235.731 milhões, serão analisados na 259ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus (CAS), nesta quinta-feira (18), a partir das 14h, no auditório Floriano Pacheco, na sede da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).

A pauta da reunião é composta, até o momento, por 13 projetos de implantação e 21 projetos de ampliação, atualização e diversificação. Juntos, os projetos têm a previsão de gerar em até três anos aproximadamente mais 400 postos de trabalho no Polo Industrial de Manaus (PIM).

A 259ª Reunião Ordinária do CAS será presidida pelo secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Alessandro Teixeira, e contará também com a participação do superintendente da Suframa, Thomaz Nogueira, representantes dos diversos ministérios integrantes do Conselho, empresários e representantes de entidades de classe da indústria e dos trabalhadores, entre outros.

Conforme Thomaz, a pauta de projetos deve sofrer modificações e ser reforçada até momentos antes da realização da reunião, uma vez que técnicos da autarquia ainda estão efetuando análise de proposições de empresas e novos investimentos podem ser incluídos para análise.

Ainda segundo o superintendente, as expectativas em torno da reunião desta quinta-feira são grandes, principalmente porque representantes de empresas multinacionais confirmaram vinda a Manaus para anunciar, durante o evento, investimentos estratégicos de grande porte na região.

“Nesta reunião deveremos ter notícias extremamente positivas para o PIM”, disse, sem adiantar detalhes.

Destaques
Entre os projetos já constantes na pauta da 259ª Reunião Ordinária do CAS, os principais destaques são as proposições de diversificação das empresas Semp Toshiba Amazonas, para produção de microcomputador portátil touchscreen (Tablet PC), com investimentos totais de US$ 13.703 milhões, e Sony Brasil, no valor de US$ 50.430 milhões, para fabricação de telejogos.

“O projeto da Semp Toshiba, mais especificamente, vem fortalecer a cadeia produtiva de bens de informática já instalada no PIM e que tem registrado bons índices de crescimento recentemente”, disse Nogueira.

Outros destaques em relação às proposições de diversificação são os projetos das empresas Samsung Eletrônica da Amazônia, para fabricação de câmeras fotográficas digitais profissionais, com investimentos totais de US$ 10.830 milhões; Masa da Amazônia, para fabricação de receptores de sinal de televisão via satélite com gravador e reprodutor videofônico digital incorporado, no valor de US$ 11.218 milhões; e Digibrás Indústria do Brasil, destinado à produção de lâmpadas a LED para iluminação de ambientes com técnica digital, prevendo investimentos totais de US$ 20.332 milhões.

Quanto às iniciativas de implantação, os maiores destaques são os projetos das empresas Hevi Embalagens da Amazônia, para fabricação de caixas de papel ou cartão e chapas de papelão, com investimentos totais de US$ 12.160 milhões; Sony Plásticos da Amazônia, visando à fabricação de subconjuntos de tampa traseira para televisores com tela de LCD, no valor de US$ 11.169 milhões; Budai da Amazônia Indústria de Autopeças, no valor de US$ 3.688 milhões, para fabricação de partes e peças para o polo de Duas Rodas; e Amazon Blends Indústria de Preparações para Bebidas, com investimentos totais de US$ 1.127 milhão, para produção de concentrados e extratos aromáticos de vegetais naturais para bebidas não alcoólicas.