Publicidade
Manaus
Manaus

Ronda no Bairro deve contar com ajuda de líderes religiosos do AM

Coordenador do principal programa de segurança do governo vai pedir ajuda de líderes religiosos. Neste sábado (25), ele fala com dom Luiz 25/02/2012 às 09:20
Show 1
Dom Luiz Soares Vieira, que recebe hoje o coordenador do Ronda no Bairro, defende que segurança pública é uma questão para toda a cidade resolver
JOANA QUEIROZ Manaus

O coordenador do programa Ronda no Bairro, Amadeu Soares, vai se reunir hoje pela manhã com o arcebispo de Manaus dom Luiz Soares Vieira para pedir o apoio na divulgação e consolidação do programa junto aos fiéis durante as celebrações.

Ele prometeu fazer o mesmo com os pastores e líderes das igrejas evangélicas dos bairros da Zona Norte. “O nosso objetivo é estabelecer parcerias com essas entidades que possuem lideranças consolidadas e mobilizem a população para nos ajudar a fazer a própria segurança, denunciando (os criminosos) e recebendo bem o nosso policial”, afirma Amadeu Soares.

Para o Secretário de Segurança Pública, Paulo Roberto Vital, é importante a participação de todas as lideranças porque são elas que vão dar o retorno se o programa está dando certo ou não. “Nós precisamos consolidar esse novo conceito de se fazer segurança pública com a polícia próxima da população”, disse.

Nessa sexta o coordenador do Ronda no Bairro foi pessoalmente acompanhar a distribuição dos fôlder e "ímãs-de-geladeiras", nas ruas da Cidade Nova I . Segundo Amadeu, a forma como os policiais foram recebidos pelos moradores demonstra que a população está acreditando no programa. A manicure Itaciara Menezes, 30, moradora da rua Castanho, disse que desde que o programa Ronda no Bairro foi lançado, há nove dias, diminuiu o número de roubo no local.

Segundo ela o escadão existente na região era o ponto preferido dos ladrões. Eles ficavam aguardando as vítimas que retornavam de seus trabalhos para atacar.

Os roubos em via pública também era comuns a qualquer hora do dia. Itaciara disse que ela mesmo foi atacada por um ladrão que tentou roubar-lh a bolsa. Itaciara disse que está se sentindo mais segura com a presença da polícia pelas ruas do conjunto.

“Nessa sexta eu estava voltando do meu trabalho, por volta das 22h, e foi seguida por uma viatura até a minha casa”, disse.

O adolescente João Paulo Carvalho, 17, disse que já não se vê mais ladrões de motocicletas atacando as pessoas como antes. Segundo o adolescente agora ele e os colegas já podem ficar à noite conversando na calçada sem medo de ser assaltado.

“As vezes a gente está ali na esquina e para uma viatura, os policiais saem para conversar com a gente e perguntam se está tudo bem”, contou .

Todas as residências e estabelecimentos comerciais receberam a visita dos policiais que entregavam os folders. Eles se apresentavam “eu sou o soldado fulano de tal que apartir de agora vou fazer a sua segurança”. O policiais explicaram como a população deve agir caso precisem, ligando para o número do telefone da viatura.

Folder traz agenda de segurança

De acordo com o coordenador do programa Ronda no Bairro, Amadeu Soares, o folder que está sendo distribuído aos moradores da Zona Norte é uma espécie de agenda de segurança que orienta as pessoas como agir em caso de emergência.

Segundo Amadeu Soares antes eles ligavam para o 190 para acionar a polícia, hoje podem falar diretamente com o policial da área ligando para o numero de telefone que está na viatura da área, que vai chegar logo, dentro de no máximo cinco minutos. O tenente-coronel informou que as viaturas já estão circulando em cada um dos 41 setores da Zona Norte.

Segundo ele será mais uma forma de aproximar o cidadão do policial que está atuando na sua rua. Nos folders estão as fotografias e os nomes dos policiais que vão atuar em determinada área.