Publicidade
Manaus
BLOQUEIO

Rua no conj. Galileia é interditada a partir de sexta (6) devido a obras da av. das Flores

A via passará por construção de mais uma passagem nível da avenida das Flores. A rota no trânsito mudará somente na rua S 05/04/2018 às 10:52
Show avenida
O bloqueio da via estava previsto para acontecer a partir de hoje, mas foi adiado para amanhã (Foto: Sidney Mendonça/Seinfra)
acritica.com* Manaus (AM)

A interdição da rua S, situada no conjunto Galileia, bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, foi adiada para sexta-feira (6). O bloqueio estava previsto para acontecer a partir desta quinta-feira (5), mas a data precisou ser alterada.

A via fará parte da mobilização para a construção de mais uma passagem nível da avenida das Flores, que dará fluxo contínuo de veículos, evitando, assim, a interdição definitiva de uma das principais vias daquela região, segundo informou a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra).

A interdição da área se faz necessária, conforme a Seminf, tendo em vista a mobilização de trabalhadores e máquinas no local para que sejam realizados os procedimentos padrão de engenharia no local.

A rota no trânsito durante a interdição mudará somente para os condutores que utilizam a rua S, os quais passarão a usar a Marginal do Passarinho para acessar o loteamento Nova Cidade e logradouros adjacentes. Os serviços no local devem durar por volta de 120 dias.

Ainda conforme a Seminf, a construção da passagem de nível é importante naquela localidade haja vista que, pelo projeto original, a rua deixaria de existir uma vez que seria interrompida com a construção da avenida das Flores.

No entanto, o Governo do Amazonas, atendendo as solicitações dos moradores e comerciantes daquela área, determinou a alteração do projeto original da avenida das Flores no trecho onde acontece a intercessão entre as duas vias, com a construção dessa passagem de nível.

Um dos fatores que contribuiu para a aprovação da construção da passagem de nível é o fato de ser uma das principais vias de escoamento daquela área da cidade. O fluxo de veículos no local foi preponderante para a tomada de decisão.

“A construção de mais uma passagem de nível, desta vez no Galileia, e que não constava no projeto original, salvou essa rua de ser extinta e de que os moradores fossem transferidos para outros locais” explicou o secretário de Estado de Infraestrutura, Oswaldo Said.

*Com informações de assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade