Publicidade
Manaus
Manaus

Secretário de Segurança do AM é criticado na Câmara de Manaus

O petista Ademar Bandeira que teve sua residência assaltada na última quinta-feira (9), disse que não recebeu ajuda da Polícia Militar, e que o titular da pasta, Coronel Paulo Roberto Vital, “se fez de surdo e mudo” 13/08/2012 às 13:07
Show 1
“Ele não me prestou nenhuma assistência. Moro próximo ao 9º Distrito Integrado de Polícia, e quando cheguei lá para prestar queixa, vi 10 viaturas paradas no local”, reclamou.
MARIANA LIMA Manaus

O vereador Ademar Bandeira (PT) não ‘poupou’ críticas na manhã desta segunda-feira (13), à secretaria de segurança pública do Estado, e ao programa Ronda no Bairro.

O parlamentar que teve sua residência assaltada na última quinta-feira (9), disse que não recebeu ajuda da Polícia Militar, e que o titular da pasta, Coronel Paulo Roberto Vital, “se fez de surdo e mudo”.

De acordo com Bandeira, Roberto Vital não teria lhe prestado nenhuma assistência. “Moro próximo ao 9º Distrito Integrado de Polícia, e quando cheguei lá para prestar queixa, vi 10 viaturas paradas no local”, reclamou.

“Acho curioso que quando assaltaram um Coronel da Polícia Militar prenderam os bandidos logo depois, mas, para mim não puderam prestar atendimento”, ressaltou.

O discurso do petista foi emendado por outro vereador. Wilton Lira (PDT) comentou que há duas semanas foi assaltado enquanto estava no bairro Redenção, zona Oeste de Manaus, e também não recebeu resposta quanto à prisão dos assaltantes.

“Eles apontaram uma arma para a minha cabeça, e não até hoje não sei nada sobre a prisão desses homens”, disse.

Ligação

O presidente da Câmara Municipal de Manaus, vereador Isaac Tayah (PDT), falou que pretende ligar para o secretário de segurança para esclarecer os fatos, já que ambos os colegas “são representantes políticos”.