Publicidade
Manaus
Manaus

Secretário do MDIC afirma que PPB´s serão atualizados

O anúncio foi feito pelo o secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Alessandro Teixeira, em reunião na sede da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM) 28/02/2012 às 16:41
Show 1
Alessandro Teixeira está em Manaus para participar da 255a reunião do CAS
acritica.com Manaus

“O Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio vai revisar os Processos de Produtos Básicos nos próximos 60 dias com a proposta de em 120 dias atualizar todos os PPB´s existentes para dar mais agilidade àquilo que queremos desenvolver e impulsionar na indústria”, anunciou o secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Alessandro Teixeira, em reunião na sede da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (FIEAM).


O presidente da FIEAM, Antonio Silva, aproveitou o encontro com o secretário para discutir os interesses da indústria amazonense, bem como dos demais segmentos econômicos do Estado, em reunião que contou também a participação de representantes do MDIC, Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Centro da Indústria do Estado do Amazonas (CIEAM), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (FAEA) e Associação Comercial do Amazonas (ACA).


Segundo o presidente da FIEAM, o Estado do Amazonas tem condições de mostrar uma política de desenvolvimento segura e lucrativa, porém é indispensável que os órgãos federais acreditem na capacidade da participação efetiva da indústria amazonense. “Temos uma indústria produtiva e viável do qual a nossa população necessita para se manter independente, visto que somos um estado afastado dos grandes centros econômicos do País. Precisamos mostrar a importância dos investimentos empregados na região na geração de emprego, renda e desenvolvimento do Amazonas”, destacou Silva.


Dos pleitos apresentados a Alessandro, o presidente do CIEAM, Wilson Périco, solicitou maior observação do MDIC nos PPB´s que estão prontos para serem aprovados, levando em consideração a competitividade, sustentabilidade e desenvolvimento das empresas que apostam no Polo Industrial de Manaus (PIM). “Estamos falando dos PPB´s relacionados à Videolar, à produção de interruptor e tomadas e do cultivo da juta”, elencou Périco, reivindicando também uma estratégia para a devolução das taxas da Suframa, no valor de R$ 300 a R$ 400 milhões.


Na visão do superintendente da Suframa, Thomaz Nogueira, o momento é de vencer as questões pontuais do PIM e construir diretrizes dos passos futuros para que o Modelo Zona Franca de Manaus seja sempre bem sucedido.


Para Teixeira, a visita à FIEAM foi positiva, pois trouxe uma visão ampla das preocupações dos setores econômicos aos técnicos do MDIC que participaram do encontro, sendo possível retornar à Brasil com uma pauta das medidas a serem estudadas.


“Discutimos questões relacionados à economia do país, alinhando alguns pontos prioritários da indústria amazonense, bem como discutimos o futuro do PIM, a partir do ponto de vista da FIEAM, Superintendência, Governo e demais entidades presentes”, concluiu o secretário-executivo do MDIC.