Publicidade
Manaus
Manaus

Seminário 'Monotrilho Manaus' é realizado nesta quarta (22)

O evento acontecerá no auditório da Reitoria da Universidade do Estado do Amazonas - UEA (Djalma Batista – n.º 3.758, bairro de Flores, zona Centro-Sul) e terá início às 15h com encerramento previsto para as 19h30. 20/08/2012 às 19:17
Show 1
As empresas responsáveis pela principal obra de mobilidade urbana de Manaus para a Copa de 2014 são; CR Almeida, Mendes Júnior e Scomi (Consórcio Monotrilho Manaus)
Acritica.com Manaus (AM)

O Governo do Estado do Amazonas realizará na quarta-feira, 22, por intermédio da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), em parceria com a Associação Brasileira de Monotrilho - ABRAMON, o Seminário Monotrilho Manaus, destinado a apresentar todas as nuances e vertentes deste modal urbano.

O evento acontecerá no auditório da Reitoria da Universidade do Estado do Amazonas - UEA (Djalma Batista – n.º 3.758, bairro de Flores, zona Centro-Sul) e terá início às 15h com encerramento previsto para as 19h30.

Para debater o monotrilho como alternativa para o transporte de massa em Manaus foram convidados várias autoridades no assunto, vindos de estados brasileiros e de países onde este meio de transporte já está em operação ou em fase de implantação, segundo informou a Secretária de Estado de Infraestrutura, Waldívia Alencar.

“Essa é uma oportunidade ímpar de apresentação e discussão dos prós e contras deste modal, com enfoque na cidade de Manaus, a presença de técnicos de várias especialidades ligadas ao assunto”, revelou a secretária de Infraestrutura do Amazonas.

O Presidente da ABRAMON, Halan Lemos Moreira, por exemplo, abordará o tema “Monotrilho - suas características e o impacto positivo nas áreas onde transita: Solução ambientalmente amigável, impacto imobiliário positivo e interação com o Patrimônio Histórico”, onde abordará questões cruciais para a implantação deste modal.

O Economista Andres Von Stockert vai analisar a questão socioeconômica sob diversos ângulos, principalmente no que tange aos custos de construção e implantação x tarifa, sendo este um dos assuntos mais discutidos por se achar que, em razão destes mesmos custos o preço da passagem deverá ser mais alto que a média e, portanto, impraticável para o cidadão comum, o que não condiz com a realidade.

O evento, que também contará com a apresentação de palestra proferida pelo Coordenador da UGP Copa, Miguel Capobiango, fará uma abordagem geral do processo de implantação do  monotrilho na cidade de Manaus com estudos de caso e análises comparativas em termos de economia entre os diferentes modais adotados atualmente.

De acordo com a Seinfra o encontro é direcionado a todos os agentes públicos, instituições municipais, estaduais, empresariais e representantes da sociedade em geral. O evento terá ainda uma abordagem voltada ao empreendedorismo com a discussão da possibilidade de transformar Manaus em polo produtor de implementos e estimular o empresariado local em investir nessa área.

Para tanto, os organizadores do evento enviaram convites para representantes de todos os segmentos da sociedade, como políticos, empresários, técnicos do município e do estado ligados à área de trânsito e de transporte de massa, além de presidentes de associações de classe, presidentes de associações de moradores da área de influência da obra e de toda a imprensa local.

O monotrilho surgiu para atender a necessidade de implantação de um modelo de transporte integrado em Manaus e está sob a responsabilidade do Governo do Amazonas; ele fará a integração com o Bus Rapid Transit, o BRT, que será implementado pela Prefeitura Municipal de Manaus. Ambos são projetos de mobilidade urbana que ficarão como legado para a população de Manaus e do Amazonas.