Publicidade
Manaus
Manaus

Semsa notifica comerciantes do centro de Manaus

Os comerciantes terão que remover produtos como estivas e hortifrutis, armazenados em locais que oferecem risco de contaminação pelas águas da enchente ou contato com insetos ou roedores presentes nas áreas alagadas 25/05/2012 às 13:01
Show 1
Os comerciantes foram orientados a transferir seus estoques para locais com condições sanitárias mais adequadas para armazenamento
acritica.com Manaus

Equipes do Departamento de Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), notificaram proprietários de 16 estabelecimentos localizados nas ruas Barão de São Domingos e dos Barés, no Centro da cidade, para que removam produtos como estivas e hortifrutis, armazenados em locais que oferecem risco de contaminação pelas águas da enchente ou contato com insetos ou roedores presentes nas áreas alagadas.

Os comerciantes receberam prazo para adotar a providência, que tem a finalidade de proteger a população de consumir um produto eventualmente contaminado, explica o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

“Os comerciantes foram orientados a transferir seus estoques para locais com condições sanitárias mais adequadas para armazenamento. Aqueles que descumprirem a notificação do DVisa estarão sujeitos às penalidades previstas no Código Sanitário do município, que incluem aplicação de multa, inutilização dos produtos e até a interdição do estabelecimento”, explicou Pedro Contente, fiscal do órgão que coordenou a ação. Segundo ele, na próxima segunda-feira (28), a fiscalização retornará ao local para averiguar o cumprimento das notificações.

No final da semana passada, a pedido da Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento (Sempab), os fiscais do DVisa já haviam realizado inspeção na área de comercialização de peixes e carnes, da Feira da Manaus Moderna, na mesma região alagada, do Centro da cidade.

O departamento da Semsa deu parecer pela interdição do local, por falta de condições sanitárias de funcionamento, e recomendou à Sempab, a transferência dos feirantes para outra área.