Publicidade
Manaus
Manaus

Servidores federais do AM reivindicam melhorias

O Dia Nacional de Lutas deve mobilizar profissionais de 20 categorias do serviço público 09/05/2012 às 08:50
Show 1
Funcionários do TRT durante protesto
Cinthia Guimarães ---

Servidores federais de 20 categorias fazem hoje um Dia Nacional de Lutas em protesto à chamada política de desvalorização de carreira do governo de Dilma Rousseff, uma vez que estão há mais de três anos sem reposição salarial. Em Manaus, estão programadas paralisações dos auditores fiscais da Receita Federal, dos funcionários da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), dos servidores do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (TRT-11) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os funcionários do TRT que vão se mobilizar em frente ao Fórum Trabalhista, na Djalma Batista, reivindicam a aprovação dos Planos de Cargos e Salários (PCS) que se arrasta há quase seis anos. Os auditores fiscais, que ameaçam decretar greve nacional, vão deixar de atender ao público externo, movimentar processo e fazer pareceres nas unidades aduaneiras dos porto de Manaus, portos secos e aeroporto internacional Eduardo Gomes. “Será uma campanha conjunta de várias carreiras de servidores para fortalecer a campanha salarial em 2012, nos unindo para lutar contra a contínua desvalorização que o Governo Federal está colocando”, disse o presidente do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal no Amazonas (Sindifisco-AM), Eduardo Toledo.

Na sexta-feira, haverá em Brasília uma reunião com o secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, para tratar da política salarial e debater propostas de reajustes desses servidores. “Se não houver nenhuma negociação, vai haver greve em conjunto”, ressaltou Toledo. No dia 17, outra paralisação será planejada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Federais no Amazonas (Sindsep).