Publicidade
Manaus
Cotidiano, Economia, Agropecuária, CAR, FAEA, Sepror, SEMGRH, Ipaam

Setor agropecuário do Amazonas é tema de seminário

Na pauta das palestras a serem proferidas estão o Novo Código Florestal; Mineração; o programa Amazonas Rural; o programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC); Cadastro Ambiental Rural (CAR), entre outros assuntos 15/10/2012 às 12:50
Show 1
Desenvolvimento do setor agropecuário do Amazonas será debatido em Manaus nos dias 16 e 17
acritica.com Manaus

Nesta terça-feira (16) acontece em Manaus o XII Seminário de Desenvolvimento Agropecuário do Amazonas, que entre outras coisas debaterá temas ligados ao estímulo do crescimento da produção agropecuária e do agronegócio no Estado. O seminário se estende até a quarta-feira (17).

“Com o evento pretendemos qualificar os participantes e aprofundar a discussão da importância da agregação de tecnologia aos produtos em nível de propriedade rural, fortalecendo o setor primário aliando preservação e produção”, salienta o superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar – AM), Aécio Filho.

Na pauta das palestras a serem proferidas estão o Novo Código Florestal; Mineração; o programa Amazonas Rural; o programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC); Heveicultura; Regularização Fundiária e Cadastro Ambiental Rural (CAR), entre outros assuntos.

De acordo com o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amazonas (FAEA), Muni Lourenço, ao final do ciclo de palestras será elaborada uma carta com sugestões para o setor, que será encaminhada às instituições parceiras.

Entre os palestrantes dos dois dias de seminário estão o pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Jasiel Sousa; o titular da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), Eron Bezerra; o presidente do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Antônio Stroski; o secretário da Secretaria de Estado de Mineração, Geodiversidade e Recursos Hídricos (SEMGRH), Daniel Nava, entre outros.    

O seminário é promovido por meio de parcerias entre a FAEA, Senar-AM, Confederação Nacional da Agricultura (CNA) e  o Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE).