Publicidade
Manaus
saldo positivo

Jogos da Rio 2016 em Manaus foram marcados pela tranquilidade

Encerrada a fase do Torneio Olímpico de Futebol Rio 2016 em Manaus, os órgãos que participam da Operação de Segurança divulgaram o balanço das ações que garantiram jogos tranquilos e sem nenhuma ocorrência grave 11/08/2016 às 21:28 - Atualizado em 12/08/2016 às 20:41
Show gfgfhgh
Foto: Márcio Silva
Silane Souza Manaus (AM)

O forte esquema de segurança, defesa e inteligência montado para os Jogos Olímpicos 2016, em Manaus, foi aprovado pelos torcedores que foram assistir às partidas de futebol na Arena da Amazônia. “Com tantas bombas falsas implantadas nos últimos dias, manifestações políticas e a violência do dia a dia, segurança nunca é demais”, apontou à universitária Cecy Siqueira, 25, que esteve nos jogos dos dias 4 (Suécia x Colômbia e Nigéria x Japão) e 9 (Colômbia x Estados Unidos e África do Sul x Brasil).

A jornalista Tatiane Costa Novo, 37, disse que algumas pessoas se incomodam com grandes operações de órgãos públicos em eventos como a Olimpíada, mas ela não. “Me dá segurança e foi essa tranquilidade que me fez ir ao estádio assistir a seleção brasileira feminina de futebol com meus filhos Giovanna, de 11 anos, e Bernardo, de apenas 1 ano e 2 meses. Foi ótimo! Uma experiência que eu quero repetir com eles sempre que houver esse esquema se segurança”, afirmou.

A universitária Cecy Siqueira (de azul), com amigos na Arena da Amazônia (Foto: Divulgação)

Nesta quinta-feira (11), no Centro Integrado de Comando e Controle do Amazonas (CICC-AM), na Zona Centro-Sul, os órgãos que participaram da Operação de Segurança Integrada divulgaram o balanço geral da “Operação Jogos Olímpicos 2016, em Manaus”. “Não tivemos nenhuma ocorrência relevante que pudesse prejudicar o nosso trabalho de segurança, defesa e inteligência. Foi tudo muito tranquilo. Eu diria que alcançamos o nosso objetivo”, disse o secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes.

Conforme ele, durante os últimos 15 dias foram feitos 22 varreduras, 81 escoltas terrestre e sete fluvial, além de 407 vistorias em veículos e 830 em embarcações, sendo que 14 foram apreendidas e 10 notificadas. Também foram registradas 211 ocorrências administrativas e 106 operacionais. “Nossa produtividade foi alta. O trabalho foi feito no regime de 24 horas e não acabou porque ainda temos uma delegação na cidade. A Colômbia só vai nos deixar amanhã (hoje)”, ressaltou. 

Ao todo, a Operação Jogos Olímpicos 2016, em Manaus, envolveu em torno de 50 órgãos das esferas Federal, Estadual e Municipal. Mais de 17 mil pessoas “trabalharam intensamente para fazer a segurança da Olimpíada”, conforme o secretário de Segurança Pública. Ele inclusive agradeceu a todos os homens e mulheres que participaram “dos esforços para que tudo ocorresse bem na nossa terra novamente” a exemplo da Copa do Mundo 2014. 

O secretário executivo adjunto de Planejamento e Gestão Integrada da Secretária de Segurança Pública (SSP-AM), Dan Câmara, ressaltou que dois Centros Integrados de Comando e Controle, além do CICC-AM, continuam ativos. O do Hotel Tropical e o do Live Site, ambos na Ponta Negra, Zona Oeste. “O primeiro ficará ativo até a saída da delegação da Colômbia, prevista para amanhã (hoje), e o segundo até a cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos 2016, no dia 21”, salientou.

"Nós estamos fechando os 15 primeiros dias de operação, as fases de jogos”. Dan Câmara, secretário executivo de Planejamento e Gestão da SSP (Foto: Antônio Menezes)

Referência na segurança

De acordo com o coronel Dan Câmara, durante a videoconferência com Brasília e Rio de Janeiro, ontem, a operação realizada no Amazonas recebeu muitos elogios. “O Amazonas tem sido referência para o Brasil e para o mundo em termos de modelo de segurança aplicado com eficiência”.

Em números

17.064 pessoas, entre homens e mulheres trabalharam na “Operação Jogos Olímpicos 2016, em Manaus”. Na avaliação dos órgãos envolvidos na ação, mais uma vez, o Amazonas mostrou que está preparado para sediar grandes eventos. A exemplo da Copa do Mundo.

Monitoramento com aeronaves

A Central Integrada de Recursos Aéreos que operou com aeronaves fazendo monitoramento em tempo real e a Central de Defesa Química, Radiológica Nuclear, que não chegou a ser acionada.

Já a Central de Contra Medidas de Artefatos Explosivos, integrada pela Polícia Federal e o Grupo Marte da Polícia Militar do Amazonas, chegou a ser acionada, mas todas foram ocorrências falsas, inclusive uma suspeita de bomba no aeroporto internacional Eduardo Gomes.

Entre as ocorrências nos dias de jogos, as mais significativas foram as detenções de pessoas suspeitas de praticar cambismo com a venda de ingressos.

Blog - Ronildo Santeiro, 35, Técnico de processo industrial

"Achei muito bom o esquema de segurança montado. Não me incomodei com as barreiras, pois me informei na internet o que poderia ter acesso na Arena da Amazônia no dia dos jogos, então levei apenas o necessário. Na Copa do Mundo de 2014 eu fui assistir dois jogos e a estrutura me encantou. Além disso, está no meio de muitas culturas misturadas foi muito legal. Isso me levou a garantir com antecedência minha ida para os jogos olímpicos realizados em Manaus. Fui com minha namorada Talita Souza, 24, e dois amigos coreanos. Assistimos ao jogo de domingo (Suécia x Nigéria e Japão x Colômbia). A Olimpíada em si na Capital foi muito boa. O único ponto negativo foi o valor dos produtos para consumo na Arena. Absurdo pagar R$ 8 num pacote de amendoim pequeno e R$ 8 numa água mineral. Do mais foi tudo tranquilo". (Foto: Divulgação)

'Live Site’: 12 horas de diversão

O ‘Live Site Manaus’, que está sendo realizado na Ponta Negra, Zona Oeste, segue até o próximo dia 21, sempre das 10h às 22h.  São doze horas de programação diária e gratuita. O evento começou no dia 2 deste mês.

De acordo com dados da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), durante os primeiros nove dias de evento passaram pelo Live Site 132,4 mil pessoas. Os picos aconteceram nos dias 4 (show Vanessa da Mata), 6 (jogo de futebol feminino Brasil X Suécia), 7 (jogo de futebol masculino Brasil x Iraque) e 9 (show Onze:20).

Nesta sexta-feira (12), sobe ao palco do Anfiteatro, na Ponta Negra, a banda Chimarruts. No próximo dia 19 é a vez da cantora Tulipa Ruiz e no dia 21, a banda CPM 22. A programação conta ainda com diversas atrações regionais e sofre alterações diariamente na transmissão de jogos, por conta da classificação dos atletas brasileiros.