Publicidade
Manaus
Cotidiano, Assistência Social, Crianças e Adolescentes, SDH, Seas, Sipia, Conselhos Tutelares, ECA, Cidadania

Sistema de informações sobre crianças e adolescentes é lançado no AM

O Sipia indicará as cidades do Estado onde os direitos de crianças e adolescentes foram violados, além de  nortear políticas públicas, para a categoria nas áreas da saúde, educação, segurança pública, entre outras 25/10/2012 às 13:57
Show 1
Violação aos direitos de crianças e adolescentes, bem como outros tipos de violências serão identificados pelo Sipia
acritica.com Manaus

A Secretaria de Estado da Assistência Social e Cidadania (Seas), lança nesta sexta-feira (26), o Sistema de Informação para a Infância e Adolescência (Sipia CT-Web), um serviço da Secretaria Nacional de Direito Humanos (SDH) interligado aos Conselhos Tutelares de Manaus e do interior do Amazonas, que servirá para indicar direitos violados e nortear políticas públicas voltadas às crianças e adolescentes nas áreas da saúde, educação, segurança pública, esporte, lazer, assistência social e cidadania. 

O sistema vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, em uma sala do Núcleo Estadual de Referência do Sipia-AM, equipada com computadores, mesas e armários na Casa dos Conselhos, na sede da Seas, no bairro Chapada, Zona Centro-Sul de Manaus. O serviço vai receber diariamente informações da natureza de registros dos atendimentos nos Conselhos Tutelares, que serão transformadas em relatórios e encaminhadas a SDH e ao governo do Amazonas.

Por meio do site www.sipia.gov.bt/ct/ a população também pode denunciar casos de violência contra crianças e adolescentes.    

De acordo com a titular da Seas, Regina Fernandes, o Sipia faz parte do plano de estruturação dos Conselhos Tutelares, que já contemplou as sedes dos órgãos de defesa de direitos da criança e do adolescente com equipamentos e mobiliários, como mesas, cadeiras, arquivos, aparelhos de fax, computadores e carros novos.

“Agora, nesta nova etapa vamos entrar no processo de informatização, tendo como meta a implantação da plataforma digital. Cabe às prefeituras a instalação de internet, para que os conselheiros possam acessar o sistema e fazer o registro dos dados", informou.    

Para ela, o novo sistema vai contribuir com as ações do Estado no interior, principalmente, na identificação da demanda de acolhimento social e o problema da rede de atendimento.

“O Sipia aponta indicativos importantes para as áreas sociais e cidadania, como Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), sub-registro civil de nascimento de crianças e adolescentes e da pobreza”, observou Regina Fernandes. 

Treinamento
A coordenadora do Sipia, Haidée Chacon, informou que Manaus, por ser a capital do Estado, foi escolhida como ponto de partida para o lançamento do sistema no Amazonas.

"Os conselheiros tutelares da capital foram treinados individualmente para manusear o sistema de modo de possam utilizá-lo no dia-a-dia, tendo como ferramenta para melhorar ainda mais o desempenho de todos", salienta.

Ela informou ainda que o Sipia apresenta um papel importante para a população em geral pois além de fornecer dados para a melhoria da rede de atenção à criança, servirá também como um meio de denúncia.

"Por meio do site do Sipia qualquer pessoa poderá denunciar anonimamente qualquer caso de violência contra crianças e adolescentes", destaca.