Publicidade
Manaus
Manaus

SMTU deve recorrer contra circulação de ônibus executivos em área portuária de Manaus

Responsável pela liberação, a desembargadora Socorro Guedes, determina que os veículos “circulem no Centro desta capital no mesmo itinerário das empresas operadoras do transporte coletivo urbano convencional e possam se utilizar dos terminais públicos para embarque e desembarque de passageiros” 25/09/2012 às 16:27
Show 1
Justiça determinou a circulação dos ônibus pelo terminal da Matriz, onde o acesso deles era proibido
acritica.com Manaus

A Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) foi notificada na tarde desta terça-feira da decisão do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) que libera a circulação dos micro-ônibus do transporte Executivo na área central de Manaus e diz que ingressará amanhã com recurso no Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam) para tentar reverter a medida. Cerca de 240 veículos deste tipo circulam naquela área da cidade.

Conforme a assessoria de imprensa da SMTU, o titular da pasta Wesley Aguiar não está na cidade, devendo chegar apenas na próxima semana. Ainda de acordo com a assessoria, somente após a notificação e a chegada Aguiar é que será decidido se a pasta recorrerá ou não da decisão.

O efeito suspensivo foi impetrado pela Federação das Cooperativas de Transportes do Estado do Amazonas (Fecootram), depois que a SMTU proibiu por meio da circular nº. 0052/2012 a circulação dos veículos no entorno da Praça da Matriz alegando que os carros estavam em número muito acima do ideal para a cidade.

Responsável pela liberação, a desembargadora Socorro Guedes, determina que os veículos “circulem no Centro desta capital no mesmo itinerário das empresas operadoras do transporte coletivo urbano convencional e possam se utilizar dos terminais públicos para embarque e desembarque de passageiros”. Ela também intima a SMTU a apresentar suas contrarrazões no processo.