Publicidade
Manaus
Manaus

SMTU diz que Estado sabe que rodoviária será devolvida ao Governo do Amazonas

Em nota, a SMTU ressalta que “foram repassados todos os procedimentos que estavam sendo realizados para a entrega oficial do Terminal Rodoviário ao estado do Amazonas 15/08/2012 às 16:12
Show 1
Terminal Rodoviário de Manaus
acritica.com Manaus

Em resposta à afirmação de que o Governo do Amazonas desconhece o processo de devolução do Terminal Rodoviário Huascar Angelim ao Estado, o qual já está em andamento, a Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) enviou nota acompanhada de ofício garantindo que uma reunião foi realizada em 4 de julho, com o secretário chefe da Casa Civil estadual, Raul Zaidan, para tratar do assunto.

Em nota, a SMTU ressalta que na ocasião “foram repassados todos os procedimentos que estavam sendo realizados para a entrega oficial do Terminal Rodoviário ao estado do Amazonas”.

No ofício, de número 654/2012, datado de 2 de julho, o superintendente da SMTU, Wesly Aguiar, solicita “reunião para tratar dos procedimentos preparatórios para a entrega oficial do terminal rodoviário Huascar Angelim ao Estado do Amazonas, na preocupação em zelar pela continuidade e pelo bem estar da coletividade usuária dos serviços prestados pelo terminal”.

No documento, no qual consta um carimbo de recebido, a justificativa feita pela SMTU é a mudança de sede, que está prevista para outubro, conforme informou no início da semana a assessoria do órgão.

Conforme dados repassados pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos do Estado do Amazonas (Arsam), passam pelo terminal uma média de 28 mil pessoas ao mês. A Manutenção do local, conforme a SMTU, custa aos cofres públicos cerca de R$ 60 mil mensais.