Publicidade
Manaus
Manaus

Soldado da Aeronáutica é preso por assalto em Manaus

Sandavid de Sales Elias integrava trio que invadiu residência e torturou e ameaçou cinco pessoas 24/02/2012 às 09:22
Show 1
Sandavid de Sales disse que roubava para arrumar dinheiro visando uma cirurgia no seu olho
JOANA QUEIROZ Manaus

O soldado da Base Aérea de Manaus Sandavid de Sales Elias, 22, foi preso nessa quinta-feira (23), por policiais militares da 9ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) após invadir, junto com Wesley Bezerra Silva, 22, e Jefferson Ribamar Oliveira Pimentel, 24, uma residência na rua 7 de Abril, no Zumbi dos Palmares, Zona Leste.

O trio fez cinco pessoas de reféns, além de torturar e ameaçar de morte as suas vítimas. O assalto ocorreu por volta das 9h de ontem. O dono da casa, o vendedor autônomo José Antônio Costa, 48, contou que estava abrindo o portão da garagem para tirar seu carro quando apareceram os três homens a pé, entrando e já anunciando o assalto.

Uma filha de José Antônio conseguiu sair da casa e ligar para a polícia. Segundo as vítimas os policiais demoraram menos de dez minutos para chegar ao local e já foram cercando a casa. Ao notarem a presença da polícia, os ladrões começaram a fugir pulando para o quintal das casas vizinhas.

Wesley e Ribamar saíram atirando contra a polícia. Um dos projéteis atingiu de raspão José Antônio. O soldado da Aeronáutica entrou em uma casa, e foi esconder-se no banheiro, onde foi abordado pelos policiais.

Ele fingiu que estava fazendo necessidades fisiológicas e também afirmou ser morador da casa, argumento desmentido pela dona do imóvel. No cesto de lixo do banheiro os policiais encontraram cinco celulares, sendo quatro das vítimas, e o dinheiro.

Todos foram presos e encaminhados ao 11º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na avenida Beira Rio, Coroado, Zona Leste. O trio foi autuado em flagrante pela delegada plantonista Luciana Shelzia Antonaccio pelos crimes de porte ilegal de arma, roubo e tentativa de homicídio.

No final da tarde de ontem Wesley e Jeferson foram encaminhados para a cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa e Sandavid foi entregue ao Comando da Base Aérea.

Queria R$ 4 mil

Na delegacia, Sandavid confessou à titular Luciana Shelzia que era desertor da Aeronáutica havia quase um ano. Ele foi conduzido ao comando da Base Aérea.

Sandavid disse que desertou porque havia sofrido um acidente de trânsito e que se envolveu com o crime porque precisava conseguir R$ 4 mil para fazer uma cirurgia no olho direito, que ficou defeituoso após um acidente.

Já Wesley disse que não consegue arrumar emprego, estava sendo pressionado pela família e decidiu fazer assalto. E Jeferson disse que só vai falar em juízo. A polícia conseguiu recuperar em poder dos presos joias, bijouterias e o dinheiro roubado dentro da residência. A polícia também apreendeu um revólver de calibre 38 que estava com o soldado da base aérea.