Publicidade
Manaus
SEGURANÇA

SSP fecha 26 bares e autua 95 veículos em operação de segurança nas ruas de Manaus

Mais de 2 mil pessoas nas zonas Norte e Leste da cidade foram abordadas durante a operação “Espectro”, que deve continuar no feriadão 22/10/2017 às 17:05
Show 1
Foto: Divulgação/Valdo Leão
acritica.com

Bairros das zonas Norte e Leste de Manaus passaram por uma grande operação das forças de segurança na noite deste sábado (21) e madrugada de domingo (22). Com a operação “Espectro”, 26 bares foram fechados, 95 veículos autuados, nove carros e 22 motos apreendidas e mais de 2 mil pessoas abordadas nas incursões policiais nas ruas. A operação Espectro volta a acontecer na noite deste domingo (22) e madrugada de segunda-feira (23).

Um efetivo de mais de 400 servidores das Polícias Militar, Civil, Corpo de Bombeiros, Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e Manaustrans participaram da ação voltada a repressão ao crime. O trabalho tem o objetivo de restabelecer a segurança e preservar a integridade da população, afirmou o vice-governador e Secretário de Segurança, Bosco Saraiva, que acompanhou a saída das equipes dos CPA Norte e Leste.


Foto: Divulgação/Valdo Leão

“Temos uma incidência maior de eventos criminosos nessas duas zonas e estamos imprimindo uma ostensividade maior nas outras zonas da capital, que estão também sendo trabalhadas dentro de uma estratégia para cobrir toda a cidade com mudanças de horários e de dia. Essas operações não vão parar enquanto o Amazonino estiver a frente do governo”, garantiu Saraiva.

A operação começou por volta das 21h, com barreiras de trânsito, vistoria a bares e incursões em bairros para inibir ocorrências de crimes. Uma base também foi montada no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no bairro Petrópolis, Zona Sul da capital, para dar suporte ao trabalho.

O secretário de Segurança Pública esteve em diversos pontos da operação e também visitou o prédio do 30° DIP, no bairro João Paulo, que está incluído entre as unidades que vão funcionar em regime de plantão. As centrais de flagrante saltarão de oito para 14, disse Saraiva. “Com muita brevidade vamos restabelecer o funcionamento destes DIPS com uma equipe de comissários, delegados e investigadores e a contratação de estagiários de direito para ficar no atendimento”, pontuou.


Foto: Divulgação/Valdo Leão

*Com informações da assessoria de imprensa