Publicidade
Manaus
Manaus

Sugestões podem ser transformadas em emendas ao Plano Diretor de Manaus

Oitenta organizações da sociedade civil entregaram à presidência da CMM cem propostas de emenda ao projeto 06/10/2012 às 09:02
Show 1
Reunião de entrega das propostas contou com a presença de representantes da Adefa, ACA, Fieam, Sinduscon, CDLM
Augusto Costa Manaus, AM

A construção de calçadas com rampas para deficientes físicos, a desapropriação de prédios abandonados para transformação em moradias de interesse social e a expansão anual de 5% da rede de esgoto, em relação ao total de unidades residenciais do município, são algumas das mais de cem sugestões que poderão ser transformadas em emendas ao Plano Diretor de Manaus.

O relatório com as sugestões foi entregue ontem ao presidente da CMM, Isaac Tayah (PSD), por 80 organizações da sociedade civil. Na entrega do relatório,   Isaac Tayah anunciou que a Câmara vai distribuir 100 mil cartilhas à população com informações jurídicas e técnicas sobre o plano diretor proposto para a cidade.

Tayah disse que depois do período eleitoral  a prioridade da casa será a avaliação e apresentação das emendas pelas sete subcomissões que tratam da atualização do plano.

“Visitei todas as entidades e hoje (ontem) recebi a entrega das emendas. Agora vamos apresentar um projeto de lei à Lei Orgânica do Município de Manaus, para garantir a cobrança dessas leis no Plano Diretor através dos conselhos, federações, representações sociais das comunidades que vão acompanhar o cumprimento das metas junto à Prefeitura de Manaus. A população tem que entender que a cobrança não é somente dos vereadores”, avaliou Tayah.

De acordo com o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Amazonas (Sinduscon-AM), Eduardo Lopes,  o arquivo levou 45 dias para ser concluído por uma empresa especializada em engenharia e arquitetura contratada para avaliar o Plano Diretor e apresentar sugestões. 

“O trabalho foi bem elaborado, contou com a integração de todas as entidades envolvidas. Acredito que as correções e as sugestões apresentadas que podem virar emendas são importantes porque o Plano Diretor vai inteferir na vida de toda a população de todos os segmentos sociais”.

O presidente do Clube dos Diretores Lojistas de Manaus (CDLM), Ralf Assayag, disse que suas emendas estão voltadas para os problemas na área de trânsito, estacionamento e o que pode ou não pode para o Centro da cidade, inclusive com a parte de edificações.

“As áreas verdes da cidade também são importantes e a modernização do Centro. Fizemos um trabalho juntamente com todas as entidades e trouxemos as nossas emendas pra cá”, disse Ralf Assayag.