Publicidade
Manaus
Cotidiano, Acidente de Trânsito, BR-174, Polícia Rodoviária Federal

Suposto policial militar tumultua trabalho da PRF, em rodovia do Amazonas

O militar, cuja identidade não foi revelada, se envolveu em bate-boca com os patrulheiros rodoviários, no quilômetro 43, da BR-174, após o condutor do veículo no qual ele viajava ser multado 21/11/2012 às 07:48
Show 1
Após fugir da fiscalização, condutor do veículo capotou no km 30, da BR-174
acritica.com Manaus

Um suposto oficial da Polícia Militar – cujo nome não foi revelado -, causou tumulto no posto de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no quilômetro 43, da rodovia BR-174 (Manaus – Boa Vista), além de evitar que o condutor do veículo no qual ele e mais três pessoas viajavam, um Siena, fosse autuado por irregularidades no trânsito.

O militar se envolveu em um bate-boca com os patrulheiros rodoviários, de juntamente com o condutor do veículo fugiram do local, deixando alguns documentos.

De acordo com informações da assessoria de comunicação da PRF, a fuga do posto de patrulhamento foi repassada a uma outra equipe de patrulheiros, que se encontravam no quilômetro 8, da rodovia.

Entretanto, condutores que passaram pelo local informaram de um acidente, no quilômetro 30, onde um Siena, com cinco pessoas dentro, havia capotado.

Ao chegar no local do acidente, os policiais rodoviário perceberam que se tratava dos ocupantes do Siena, que haviam fugido do posto do quilômetro 43.

Três das vítimas foram imediatamente encaminhadas para o Pronto socorro 28 de Agosto, no bairro Adrianópolis, na Zona Centro-Sul de Manaus, entre elas o suposto oficial da PM.

As outras duas vítimas, o condutor do veículo e uma mulher fugiram antes que outra equipe chegasse ao lugar do acidente, para socorrê-los. Relatos de testemunhas, repassados pela assessoria da PRF, dão conta de que ele teria assumido ter ingerido bebida alcoólica.

Conforme informações também repassados pela assessoria da PRF, durante o atendimento no hospital, o suposto PM teria informado que o condutor do Siena era seu pai, e que ele trafegava em alta velocidade pela rodovia BR-174.

A assessoria da PRF confirmou que as providências cabíveis sobre o caso serão tomadas.