Publicidade
Manaus
Manaus

Suspeito de integrar facção criminosa Família do Norte (FDN) é morto na Zona Leste

Segundo Polícia Civil, moradores da área desconfiam que o homicídio de Cristiano Cavalcante Ferreira, 30, tenha sido cometido por facção rival 23/05/2014 às 18:57
Show 1
Depois de perseguido, Cristiano foi morto quando parou na frente de uma oficina
Lucas Jardim* Manaus (AM)

Na tarde desta sexta-feira (23), Cristiano Cavalcante Ferreira, 30, conhecido como “Belo”, foi morto na esquina da rua dos Minerais com a rua Papoula, no Jorge Teixeira II, Zona Leste de Manaus. Segundo informações da Polícia Civil, moradores da área afirmaram que ele pertencia à facção criminosa Família do Norte (FDN) e que desconfiam que o homicídio tenha sido cometido por uma facção rival.

De acordo com a Polícia Militar, ele conduzia uma moto preta e laranja de placas MOQ-8470 por volta das 12h30 quando suspeitos em uma Saveiro prata começaram a persegui-lo. Quando Cristiano parou na frente de uma oficina, os suspeitos dispararam vários tiros contra ele.

A vítima foi alvejada na cabeça, no pescoço, e em outras partes do corpo, com tiros de pistola calibre 380. Segundo a Polícia Militar, um homem estava na garupa da moto de Cristiano e também foi atingido pelos disparos, mas fugiu da cena do crime. Os suspeitos também fugiram.

A 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foi acionada, assim como o Instituto Médico Legal (IML), que removeu o corpo do local e o encaminhou para a sua sede para realização dos exames necrológicos. O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (Dehs).

Facção

A morte de Cristiano representa a quinta baixa dos quadros da facção Família do Norte desde o início do mês de maio. A primeira foi a prisão do vereador de Barcelos (distante a 405 quilômetros de Manaus), Klinger Oliveira da Silva, 35, o “Keimado”, na manhã do último dia 7, após ser descobertas ligações entre o político e o grupo criminoso.

Depois vieram as mortes de Marcos Sampaio de Oliveira, 34, no dia 10, e de Genildo da Silva Saraiva, o "Candiru", na noite desta sexta-feira (22). Sexta pela manhã, Marinaldo Pereira Correia, 40, conhecido como “Neguinho”, foi preso pela Polícia Civil durante a operação “Surucuá”. Ele controlava o tráfico de drogas na comunidade Campos Sales, Zona Oeste, e possivelmente também tem ligações com a FDN.

*com informações da repórter Kelly Melo